19º Prêmio FEAC de Jornalismo reconhece melhores reportagens sobre cidadania e promoção humana

dez 3 • Cidadania, Cidade, EducaçãoNenhum comentário em 19º Prêmio FEAC de Jornalismo reconhece melhores reportagens sobre cidadania e promoção humana

Cerimônia de premiação reuniu jornalistas de todo o Brasil e distribuiu mais de R$ 65 mil em prêmios

 

Na noite de quinta-feira, dia 1º de dezembro, foram conhecidos os 12 ganhadores da 19º Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo que distribuídos R$65 mil em prêmios. A iniciativa criada em 1998 reconhece a força do jornalismo no interior paulista e ainda valoriza e evidencia reportagens jornalísticas produzidas com foco nos anuais temas que marcam cada edição da premiação. Neste 2016, a temática foi “A cidadania como instrumento de promoção humana”.

 

Na cerimônia de premiação o Prêmio FEAC de Jornalismo reconheceu trabalhos da Região Metropolitana de Campinas (RMC) em oito modalidades: Assessoria de Imprensa, Cinegrafista, Fotojornalismo, Jornalismo On-line, Mídia Impressa, Rádio, Televisão e Produto Universitário. Cada vencedor dessas categorias recebeu premiação no valor de R$ 5 mil, com exceção de Produto Universitário, com R$ 3 mil. Em caráter nacional as categorias que concorreram foram:  Jornalismo On-line – na disputa desde 2012 – e as novas modalidades Mídia Impressa, Rádio e Televisão – todas com premiação de R$ 5 mil.

 

Os concorrentes às premiações regionais abriram a noite com a categoria Cinegrafista teve como reportagem vencedora “Turma leva gentileza e abrigo para moradores de rua”, do repórter cinematográfico Victor Freitas, do Programa Mais Caminhos da EPTV Campinas. A premiada na modalidade Assessoria de Imprensa foi a jornalista Ana Carolina Silveira, da Revista Em Movimento, com a matéria “Inclusão digital: essencial nos dias de hoje”. Carolina foi bicampeã consecutiva nesta modalidade, uma vez que também venceu na edição anterior da premiação. Na modalidade Fotojornalismo, o repórter fotográfico Diogo Zacarias foi reconhecido pela imagem que ilustra o texto “Da periferia aos palcos”, do jornal Correio Popular, Grupo RAC.

 

Na modalidade Jornalismo On-line, que estreou na disputa regional este ano, a vencedora foi a repórter do portal G1 de Campinas, Janaina Ribeiro, com a matéria “Flaskô: por dentro da única fábrica sob controle operário no Brasil”. Na categoria Mídia Impressa, a jornalista premiada foi Janete Trevisani, da Revista Demais!, do Grupo RAC Campinas, com a reportagem “Harvard, aí vem ela”.

 

Já pela modalidade Produto Universitário a conquista foi do aluno Ricardo Domingues da Costa e Silva, da Pontifícia Universidade Católica – PUC – Campinas, com o trabalho “Sem educação não há avanço para a cidadania”. Na modalidade Rádio o vencedor foi o repórter Rafael Pio, da Rádio Globo – CBN Campinas, com a reportagem “Projeto Vida Nova”.

 

Para terminar a premiação nas categorias da RMC, a jornalista do Programa Mais Caminhos, da EPTV Campinas, Edlaine Garcia foi a vencedora na modalidade Televisão, com “projeto usa bonecos para promover a inclusão social de pessoas com deficiência”.  Edlaine também venceu o Grande Prêmio FEAC–Iguatemi Campinas de Jornalismo, premiação reservada ao melhor trabalho do ano, vencedor em categoria específica e assim duplamente reconhecido. No total, ele levou para casa R$12 mil, resultantes da somatória dos R$ 5 mil referentes ao prêmio pela conquista na categoria Mídia Impressa e R$ 7 mil assegurados com o Grande Prêmio.

 

Para as modalidades nacionais, o Jornalismo On-line teve como vencedora a repórter Ângela Bastos do Diário Catarinense de Florianópolis/SC, com a reportagem “Um problema sem tamanho”. O repórter do Jornal Pioneiro, de Bento Gonçalves/RS, Maurício Tonetto, representado pelo seu colega Andrei Andrade, também autor da reportagem “Ilusões perdidas: o drama de imigrantes negros na serra, cinco anos após a diáspora”, foi o campeão de Mídia Impressa.

 

Vinda do Recife/PE, a jornalista da Radio Alepe, Maria Tayza Barros de Lima, foi a vencedora de Rádionacional com a série “Caminhos da cidadania:  voluntariado e transformação social”. Também representando a região Nordeste, o repórter da TV Verdes Mares, afiliada da Rede Globo de Fortaleza/CE, Alessandro manso Torres, foi o grande vencedor da modalidade Televisão.

 

Anualmente, o Prêmio FEAC de Jornalismo reúne parceiros que apoiam a iniciativa. Este ano, a iniciativa contou com o patrocínio máster do Iguatemi Campinas, e teve como apoiadores a Unimed Campinas e a Fundação Educar DPaschoal. Teve ainda parceria do Vitória Hotéis e como parceiros institucionais a Associação Campineira de Imprensa (ACI) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo – regional Campinas.

 

Informações: www.premio.feac.org.br e (19) 3794-3511 /3526 /3552

 

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »