Regente norte-americano e Sonia Rubinsky são destaques de dois concertos

maio 20 • Sem categoriaNenhum comentário em Regente norte-americano e Sonia Rubinsky são destaques de dois concertos

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas apresenta neste sábado, dia 25 de maio, às 20h; e domingo, 26, às 11h, no Teatro Castro mendes, concertos oficiais sob regência do maestro norte-americano Lee Mills. A solista será a pianista campineira Sonia Rubinsky, vencedora do prêmio latino Latin Grammy e destacada como Melhor Recitalista do Ano pela Associação de Críticos de Arte de São Paulo.  O concerto começa com a composição de Johann Sebastian Bach, “Concerto para piano Nº 5, BWV 1056, Fá menor”.  A orquestração deste 5º concerto é restrita, além do cravo, substituído pelo piano, compreende violinos I e II, viola e contínuo (a parte mais grave). O Concerto nº 5 tem três movimentos, todos em forma de ritornello, ou seja, há um tema que reaparece com algumas diferenças.  Em seguida, seguem obras de um dos mais reconhecidos compositores brasileiros, José Antonio R. de Almeida Prado, com “Concerto Fribourgeois”. O concerto finaliza com  o compositor Robert Schumann e a obra “Sinfonia Nº 2 em Dó maior, Opus 61”. Schumann vivia atormentado por crises profundas de depressão e foi durante uma delas que criou a Sinfonia nº 2. Ao compor a Sinfonia nº 2, o compositor não estava totalmente recuperado e transparece na obra a resistência do espírito contra a condição física.A Sinfônica de Campinas é patrocinada pela Sanasa.  Sobre Lee Mills O regente norte-americano Lee Mills é conhecido internacionalmente como um maestro apaixonado e enérgico. Entre 2014 e 2019, ele foi maestro residente da Orquestra Sinfônica Brasileira. A lista de artistas com quem ele compartilhou recentemente o palco inclui Simone Porter, Conrad Tao, Eliane Coelho, o Trio Smetana, entre outros. Além da Orquestra Sinfônica Brasileira, o maestro já regeu a Orquestra Sinfônica Nacional dos Estados Unidos, a Filarmônica de Los Angeles, as Orquestra Sinfônicas do Estado de São Paulo, de Saint Louis, de Baltimore, e de Bozeman, o Gran Teatro La Fenice e Concert Artists of Baltimore com o Ballet Moscow. Lee Mills foi contratado como maestro Assistente na Orquestra Sinfônica Brasileira em setembro de 2014, e, apenas 18 meses depois, foi promovido à posição de Maestro Residente. Em 2017, foi semifinalista no Concurso Internacional de Regência de Georg Solti, em Frankfurt, e no verão de 2014, Maestro Mills foi indicado por David Robertson e Carnegie Hall para ser o Maestro Assistente para a Orquestra Jovem Nacional dos Estados Unidos, onde ele regeu em ensaios e também em concerto numa turnê nacional. Da Diretora Musical da Orquestra Sinfônica de Baltimore, ele ganhou o BSO-Peabody Institute Conducting Fellowship em 2011. Também com o Maestro David Robertson, Mills regeu na estreia nos Estados Unidos da peça “Trinta Peças para Cinco Orquestras”, de John Cage, numa performance que ganhou muitos elogios.  A pianista Sonia Rubinsky Vencedora do prêmio latino Latin Grammy e destacada como “Melhor Recitalista do Ano” pela Associação de Críticos de Arte de São Paulo, Sonia Rubinsky iniciou seus estudos musicais no Conservatório de Música de Campinas com Olga Rizzardo Normanha. Criança prodígio, ela deu seu primeiro recital aos seis anos de idade e, aos 12 anos, atuou como solista com orquestra. Aos 16 anos, ela foi convidada para tocar no filme “Arthur Rubinstein em Israel” que elogiou seu temperamento. Sonia Rubinsky recebeu seu Doutorado em Performance de Piano da Juilliard School em Nova York.  Sua discografia inclui 15 gravações solo com obras de obras de Bach, Debussy, Messiaen, Scarlatti, Mozart, Mendelssohn, Almeida Prado, Jorge Liderman, Gabriela Lena Frank e Villa-Lobos. Para o último compositor, mais de doze anos de pesquisa, em estreita colaboração com o Museu Villa-Lobos no Rio de Janeiro e consulta de manuscritos em diferentes países, possibilitaram a gravação da integral da obra para piano solo em oito volumes, contendo várias estreias mundiais.  O primeiro volume desta coleção foi selecionado em 1999 pela revista Gramophone como uma das “Cinco Melhores Gravações de Piano do Ano” e foi nomeado para o Prêmio Grammy. O quinto volume foi selecionado como “Editor’s Choice” pela mesma revista em outubro de 2006. O oitavo e último volume da série integral ganhou o prêmio Latin Grammy Awards de 2009 como “Melhor Gravação do Ano”. Durante os últimos anos, foi homenageada três vezes com o maior prêmio de música clássica no Brasil: o “Prêmio Carlos Gomes” como “Pianista do Ano” em 2006 e “Instrumentalista do Ano”, em 2009 e 2012. Suas realizações incluem apresentações como solista com orquestra no Carnegie Hall; uma colaboração musical com o pianista e regente Murray Perahia que a nomeou como “Artist-in-Residence” no Centro Internacional Edward Aldwell para Piano Performance and Musicianship em Jerusalém e mais recentemente terminou a gravação de dois CDs Bach intitulados Magna Sequentia I e II que sairão em 2019 pelo selo Naxos.  O repertório notável de Rubinsky varia do barroco à música de hoje. O compositor Almeida Prado dedicou várias de suas obras, entre elas as “Cartas Celestes XII” (2000), e a “Sonata para violoncelo e piano” (2004), em parceria com o violinista Antonio Meneses.Entre os músicos que ajudaram a moldar a arte de Sônia Rubinsky estão: Jacob Lateiner, Gina Bachauer, Claude Frank, Leon Fleisher, Benjamin Oren, William Daghlian, Irma Wolpe, Vlado Perlemuter, Arthur Rubinstein e Murray Perahia.  ServiçoOrquestra Sinfônica Municipal de Campinas Horário: 25/05, sábado, às 20h; 26/05, domingo, às 11h.Local: Teatro Castro Mendes (Praça Corrêa de Lemos,s/nº, Vila Industrial. Campinas). Telefone (19) 3272-9359. SábadoR$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados e maiores de 60 anos), R$ 10,00 (professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 5,00 (estudantes da rede municipal e estadual de ensino) DomingoR$ 10,00 (inteira), R$ 5,00 (estudantes, aposentados e maiores de 60 anos), R$ 4,00 (professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 2,00 (estudantes da rede municipal e estadual de ensino) Importante:Expressamente proibida a entrada após o início do concerto.Não será permitida a entrada de menores de 6 anos no concerto.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

× Como posso te ajudar?