Sinfônica de Campinas e violinista interpretam compositores românticos

ago 10 • Arte e Cultura, Campinas Musical, CidadeNenhum comentário em Sinfônica de Campinas e violinista interpretam compositores românticos

A Orquestra Sinfônica de Campinas apresenta no sábado, 10 de agosto, às 20h, e no domingo, 11 de agosto, às 11h, o Concerto para Violino, no Teatro Castro Mendes, sob a regência do maestro titular Victor Hugo Toro, e participação do violinista alemão-brasileiro Nicolas Koeckert com obras de grandes compositores românticos. O concerto tem início com a obra  Concerto para Violino em Ré Maior, Op. 77, de Johannes Brahms,  compositor alemão, uma das mais importantes figuras do romantismo musical europeu do século XIX. Logo em seguida, será apresentada a obra Chopiniana, Op.46 do compositor Alexander Glazunov, que foi um professor de música e compositor tardo-romântico russo. Decidiu deixar a União Soviética. Fez uma tournê nos Estados Unidos da América, mas fixou-se em Paris  depois de 1930.  Victor Hugo ToroNascido em Santiago do Chile, realizou estudos de regência orquestral e graduou-se pela Faculdade de Artes da Universidade do Chile. Foi vencedor do II Concurso Internacional de Regência Orquestral -Prêmio OSESP – Organizado pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e tem sido convidado a reger as mais importantes orquestras de seu país, tais como as Sinfônicas do Chile, Antofagasta, Concepción, La Serena, Orquestra Clássica da Universidade de Santiago, Orquestra de Câmara do Chile, Orquestra de Câmara de Valdivia e Orquestra Nacional Jovem. Além da Osesp, onde foi regente assistente e apresentou importantes peças do repertório universal, assim como primeiras audições de repertório brasileiro, têm sido convidado a reger a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, Sinfônicas da Bahia, do Paraná, Porto Alegre, Caxias do Sul, Camerata Antiqua de Curitiba, Sinfônica do Sodre (Uruguai), Filarmônica de Montevidéu, da Universidade Nacional de Cuyo (Argentina), de Rosário (Argentina) e Filarmônica da Universidade Nacional Autônoma do México (OFUNAM).  Junto ao seu importante trabalho com orquestras jovens de seu país, Victor Hugo Toro é também compositor e suas obras têm sido interpretadas por diversos grupos sinfônicos e de câmara. Ele foi escolhido um dos 100 líderes jovens do Chile pelo jornal “El Mercurio” e recebeu uma homenagem da Câmara Municipal de São Paulo pelo seu trabalho em prol da música, da sociedade paulistana e do intercâmbio cultural entre Chile e Brasil. Foi regente principal da Orquestra Sinfônica do Sodre, em Uruguai e regente residente da Companhia Brasileira de Ópera, com quem realizou uma grande tournée de 89 espetáculos por 15 cidades brasileiras. Recentemente foi laureado pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino com a Ordem do Mérito Cultural “Carlos Gomes” no grau de comendador, recebeu de parte da Câmara Municipal de Campinas a medalha “Carlos Gomes”, pelos relevantes serviços prestados à cidade. Atualmente é diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas. Nicolas Koeckert (violino) Alemão-brasileiro, Nicolas provém de uma família tradicional de violinistas de Munique. Já aos cinco anos de idade recebeu seu primeiro violino e aos 16 anos começou seus estudos acadêmicos na Escola Superior de Música em Wuerzburg com o Professor Grigori Zhislin. Em 1998 continuou seus estudos na Escola superior de Música de Colônia com o mundialmente conhecido violinista e pedagogo Zakhar Bron, onde recebeu seu Diploma Artístico em 2005, e se formou em 2007.  Em 2001, Nicolas recebeu o primeiro Prêmio na Competição Internacional de Violinistas em Novosibirsk (Rússia), o Prêmio Cultural da Cidade e o Prêmio Especial pela melhor realização de peça obrigatória. Em 2002 foi o primeiro violinista alemão a vencer um dos prêmios principais da famosa Competição Internacional Tchaikovsky em Moscou, e foi nomeado Artista do Departamento do Governo da Bavaria. Em 2003, Nicolas tornou-se um dos vencedores na “Competição Internacional de Montreal” e conquistou também o segundo prêmio na Competição Internacional Liana Issakadze em St Petersburg (Rússia).  Como solista, tem se apresentado na Ásia, Europa, México, Brasil e Canadá. Entre os maestros com quem dividiu o palco estão Lawrence Foster, Sir Colin Davis, Jonathan Nott, Asher Fisch, Saulius Sondeckis, Christoph Poppen, Theodor Guschlbauer, Andris Nelsons, Emil Tabakov, Justus Frantz, Ari Rasilainen, Ira Levin e Nicholas Milton. Apresentou-se como solista frente a orquestras como: Orchestre Symphonique de Montréal, Russian National Symphony Orchestra, Bavarian Radio Symphony Orchestra, Bamberg Symphony Orchestra, KBS Symphony Orchestra, Zagreb Philharmonic Orchestra, Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, USP Symphony Orchestra, Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasilia, Lithuanian, Georgian e Munich Chamber Orchestra.  Serviço:Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas Horário:
10/08 – sábado, às 20h 11/08 – domingo, às 11h.Local: Teatro Castro Mendes (Praça Corrêa de Lemos,s/nº, Vila Industrial. Campinas). Telefone (19) 3272-9359. Preços:SábadoR$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados e maiores de 60 anos), R$ 10,00 (professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 5,00 (estudantes da rede municipal e estadual de ensino)
 DomingoR$ 10,00 (inteira)R$ 5,00 (estudantes, aposentados e maiores de 60 anos)R$ 4,00 (professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) R$ 2,00 (estudantes da rede municipal e estadual de ensino)  Observação:Expressamente proibida a entrada após o início do concerto.Não será permitida a entrada de menores de 6 anos no concerto.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

× Como posso te ajudar?