Festival Sabores da Terra será na Lagoa do Taquaral

O Festival Gastronômico Itinerante Sabores da Terra lançado em 2015 na cidade de Indaiatuba, fará sua décima sexta edição em Campinas. O evento tem percorrido diversas cidades do interior de São Paulo com o propósito de valorizar a gastronomia local e regional,

Bebidas especiais para o festival

O Festival Gastronômico Itinerante Sabores da Terra lançado em 2015 na cidade de Indaiatuba, fará sua décima sexta edição em Campinas. O Festival Sabores da Terra tem percorrido diversas cidades do interior de São Paulo com o propósito de valorizar a gastronomia local e regional, além de ajudar a promover pequenos produtores do entorno. A festa começa no dia 26, das 18h às 22h, e dias 27 e 28 de novembro, das 12h às 22h, nos portões 5 e 7 da Lagoa do Taquaral, trazendo o melhor da gastronomia de raiz com pratos feitos em fogo de chão no disco de arado, parrilla, defumadores e fogão a lenha. Ao todo participam mais de 25 operações de gastronomia e uma alameda com artesãos, pequenos produtores e uma barraca da Morada Espírita Professor Lairi Hans com artesanato natalino, cuja renda será totalmente revertida para as obras sociais da entidade. A entrada é gratuita, mas sugere-se a doação de 1kg de alimento não perecível para a campanha da Prefeitura Municipal de Campinas, intitulada “Natal Sem Fome”. Todos os alimentos doados, serão entregues ao banco de alimentos da cidade para às famílias em situação de vulnerabilidade social.  

Leia também: Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que homem

De acordo com Renata Tannuri Meneghetti, idealizadora do evento, a missão do Sabores da Terra é manter viva as memórias e a cultura do lugar por meio da culinária, mostrando as riquezas da região, ingredientes e produtos artesanais. Em cada cidade por que passa, o Festival consegue promover um intercâmbio entre o cozinheiro e o produtor rural.

“A gastronomia e sua diversidade é sem dúvida um patrimônio que precisa ser preservado e divulgado. Encontramos receitas e técnicas culinárias valiosas que estão se perdendo na memória de antigas cozinheiras que a nova geração merece conhecer. A retomada dos eventos presenciais tem sido muito importante para todos que trabalham nesse segmento”, destaca Renata.

 Resgate de tradições 

Quem passar pelo local, poderá degustar uma grande variedade de pratos, muitos deles elaborados com ingredientes oriundos de pequenos produtores. Paella caipira, joelho de porco, uma ilha de costela fogo de chão, porco paraguaia com arroz biro biro e vinagrete de abacaxi, hamburguer na parrilla, assadores com cortes especiais, torresmo de rolo, baião de dois, massas artesanais, costela com mandioca na manteiga de garrafa, lanche no corte boquinha de anjo tradicional da cidade e nhoque de banana da terra com ragu de camarão ou ragu de cogumelos para atender os vegetarianos são algumas das opções. Bares tradicionais e restaurantes da cidade também marcarão presença na festa como o Bar do Marcelino, Estação Marupiara, Kansas, Maria Maria e Trieste Cucina. Para harmonizar com os pratos, cerveja artesanal da melhor qualidade.  

O evento conta com a “Alameda do Açúcar” com doces mineiros, sorvete, milk shake, paletas, balas de coco, bubble waffle, churros, algodão doce, pipoca doce e salgada e uma ilha de raspadinha para relembrar os anos 80. 

Os pratos salgados e doces custam de R$5 a R$45 reais. Nesta edição, o público terá a oportunidade de conhecer renomados chefs, cozinheiros e produtores da região que vão mostrar seu talento e arte por meio das aulas-show e workshops gratuitos. O comando dessa área ficará por conta do curso de gastronomia da Unimetrocamp, sob a batuta do Prof. Caio Nunes. Para participar não é preciso fazer inscrição prévia. 

al.

 Feira de Produtores, área de lazer kids e comprovante de vacinação 

O festival tem a tradição de valorizar o movimento slow food e abrir espaço para a produção local. Todas as edições do evento possuem uma alameda de produtores e em Campinas terá produtos como queijos, temperos, mini-legumes, licores, geleias, cachaças, especiarias, sais, queijos, frutas exóticas do mercadão e muito mais. Para as crianças haverá atrações com personagens infantis e uma ampla área kids com muitos infláveis e outros brinquedos.  

O acesso ao espaço do festival somente será permitido para quem apresentar o comprovante de vacinação, mediante apresentação da carteirinha ou do aplicativo do governo do Estado (ConectSus).  Para quem não tomou nenhuma dose, assim como crianças com menos de 12 anos, a entrada só será permitida com a apresentação de um exame negativo de PCR realizado nas últimas 48h ou Antígeno realizado nas últimas 24 horas. Dentro do evento será obrigatório o uso de máscara, exceto quando o participante estiver comendo ou bebendo. Serão disponibilizados displays de álcool em gel 70% em vários pontos, e haverá redução do público para garantir o distanciamento. O festival tem o patrocínio das empresas Castelo Alimentos Vida Leve, Cervejaria Ambier e Unimetrocamp e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Campinas, Secretaria de Cultura e Turismo e das empresas CBN, Campinas.com.br, Digiex, General Clean, Logica Digital e M Mídia.

Jornal do Castelo

Read Previous

Campinas recebe a Caravana Iluminada de Natal da Coca-Cola FEMSA Brasil

Read Next

Encerramento do EmPodera! promove atividades culturais on-line e gratuitas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *