Indústria da região melhora e volta a contratar

ago 20 • Cidade, EconomiaNenhum comentário em Indústria da região melhora e volta a contratar

A indústria regional apresentou uma pequena melhora em julho, de acordo com pesquisa realizada pelo Ciesp Campinas. Os números apontam para um saldo positivo com a criação de 400 vagas de emprego. De acordo com a entidade, os setores que mais contribuíram foram produtos alimentícios, que apresentou variação positiva de 2,6%; Produtos de Borracha e de Material Plástico, com crescimento de 2,0 %, além de produtos Farmacoquímicos e Farmacêuticos e Máquinas e equipamentos. Este foi o segundo mês do ano com saldo positivo na criação de vagas (em fevereiro a indústria regional havia apresentado saldo de 50 vagas), porém no acumulado do ano, os números indicam um déficit de 2.250 postos de trabalhos fechados.

José Henrique Toledo Corrêa (Foto: Clovis Cordeiro)

De acordo com José Henrique Toledo Corrêa, diretor do Ciesp-Campinas, as perspectivas para os próximos meses são boas. A indústria regional já se prepara para as demandas do Dia das Crianças e Natal, o que, provavelmente, apresentará resultados positivos. Segundo José Henrique, apesar da melhora no cenário econômico, é pouco provável que até o final do ano se consiga reverter o déficit acumulado em 2019.

Durante a apresentação da pesquisa de sondagem industrial mensal, a direção da entidade também comemorou a revogação da NR 12, normas regulatórias do Ministério do Trabalho, que praticamente inviabilizam a operação em várias indústrias, dada a complexidade das exigências.

O cenário é positivo e, segundo a entidade, além das reformas que estão sendo feitas, há boas perspectivas de investimentos no setor de petróleo e gás nos próximos meses, os que poderá beneficiar bastante a região.

Segundo semestre

Para o diretor em exercício do Ciesp-Campinas, José Henrique Toledo Corrêa, a expectativa da indústria regional é que o segundo semestre mantenha essa tendência positiva na geração de empregos, verificada no mês de julho. “Os indicadores apontam para uma melhora no cenário interno. A Reforma da Previdência aprovada pelo Senado e o andamento da Reforma Tributária, muito importante para o setor produtivo, poderão ajudar na retomada do mercado, que será lenta, mas precisa começar. Aliado a isso, sabemos que sazonalmente, o segundo semestre é sempre mais positivo e esperamos que essa tendência se concretize”, explica José Henrique.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

× Como posso te ajudar?