Mais um ano se inicia

jan 9 • Comportamento, PsicologiaNenhum comentário em Mais um ano se inicia

Mais uma vez iniciamos um ano novo. As esperanças são renovadas, novos planos são feitos, metas passadas são repetidas. Este ano certamente será melhor. Mas será mesmo?  Para que metas mesmo?

* Lucia Moyses Mudanças são diárias, não acontecem da noite para o dia. Você se programa, mas não coloca o esforço necessário para cumprir o programado. Você quer que magicamente o ano se transforme. Você vai arrumar o amor da sua vida, o emprego dos seus sonhos, a casa que sempre desejou. Mas você não faz nada para ir em direção às suas metas tão meticulosamente traçadas no fim do ano anterior. Praticamente todos os sonhos podem ser realizados se colocarmos algum esforço nesse sentido. Talvez não seja neste ano, mas anos não fecham metas. Apenas te impulsionam para que você chegue mais perto delas. Mas é preciso trabalhar para isso. Mas como fazer? Metas muito grandes devem ser cortadas em metas pequenas, mais fáceis de serem atingidas e mais rápidas com o resultado.  Início de ano é o tempo ideal para se começar uma dieta, um novo curso, procurar um novo trabalho. O ano que se inicia é propício a mudanças e todo mundo se anima. Porém, o ano vai caminhando e você começa a desanimar. Não perdeu os quilos que queria, o mercado de trabalho está disputadíssimo, os imóveis estão complicados e você, então, desiste de tudo e não pensa mais no assunto até o fim do ano. Não se preocupe. É assim mesmo. O importante é não desanimar e continuar tentando.  Um ano novo diferenteEntra ano, sai ano e tudo o que a gente quer é que o ano novo seja diferente. Então por que não forçá-lo a ser diferente? Programe-se para fazer alguma coisa totalmente nova no ano seguinte. Por exemplo, aprender a mergulhar. Fazer um curso de chinês. Participar de um clube do livro. Pense em alguma coisa bem diferente, que você nunca fez, mas que sempre teve vontade de fazer ou que dará prazer, sendo útil para a sua vida, ou não.  Outra ideia: programe-se para fazer alguma coisa diferente todos os dias. Mude seu caminho até o trabalho, leia um artigo, converse com alguma pessoa que você só conhece de vista, mas não sabe nada a respeito da vida dela.  O tédio é mortal. A falta de surpresas e a monotonia vão nos minando pouco a pouco e a vida se torna sem graça. Seja diferente neste ano que se inicia. Seja criativo, dê asas a sua imaginação. Morre aos poucos quem vive sempre do mesmo jeito. Seja mais ousadoTalvez você tenha aprendido com a vida que nem tudo é possível e que não vale a pena alimentar sonhos que nunca se realizarão. A frustração está a um passo de sua porta, então por que arriscar? Porque jamais saberemos a não ser que sejamos ousados. Você frequenta sempre o mesmo restaurante. Mude. Conheça um restaurante novo. Talvez você não goste. Tudo bem. Mas e se você gostar? Não vale a pena tentar? Você pede sempre o mesmo prato, pois pode se decepcionar com um prato novo. Não faz mal. Tente. Enfrente as decepções. Talvez você se surpreenda. Você sonha em ser médico, mas não tenta a faculdade pois acha que não conseguirá passar no vestibular. Tente. Preste assim mesmo. A cada fracasso você sobe um degrau a caminho do sucesso. Você sonha em ser escritor, mas tem medo de ser criticado. Escreva, nem que seja só para você. Não mate seus sonhos antes de tentar. O fracasso e a decepção fazem parte da vida e não tem problema assumir que errou e pegar outro caminho depois. Mas se você nem tentar, já fracassou. Ouse, acredite em você. Confie em você. Mas não pare por aí. Lute, esforce-se, vá em frente contra todas as expectativas. Você irá se surpreender. Sua vida quem faz é vocêO ano começou novamente. Todos os sonhos antigos, os fracassos e os sucessos ficaram para trás. Agora é hora de seguir em frente. Analisar o que deu certo e o que deu errado. Programar o que será feito para corrigir os erros e persistir no que ainda não foi alcançado. Seu ano não depende da cor da roupa, nem de pular sete ondas, nem de comer lentilhas. Seu ano depende somente de você. Da sua perseverança, da sua força de vontade. Se você está perdido, faça uma terapia. Se está doente, procure um médico. Se está sozinho, procure clubes ou cursos diferentes para frequentar e conhecer pessoas novas. Avalie como gostaria que fosse sua vida e caminhe no sentido de realizar seus sonhos, faça tudo o que for possível e você obterá o resultado que espera. Sonhe, sonhe muito, mas não fique só no sonho. Trabalhe, aja, tire seus sonhos da mente e coloque-os em seu caminho diário. Um pouco de cada vez. Um passo de cada vez. Talvez você não consiga nenhum resultado neste ano, mas é para isso que serve o ano seguinte. Para renovarmos as esperanças, aumentarmos nossa força e construirmos o amanhã. E então, vamos iniciar o ano com o pé direito? Lucia Moyses (www.luciamoyses.com.br) Lucia Moyses é psicóloga,  neuropsicóloga  e escritora.  Sua  primeira  formação foi em    Processamento   de  Dados.   No   entanto,   trocou   o  mundo  dos computadores   pelo  fascinante mundo  do  cérebro  humano.  Lançou  seu  primeiro  livro – Você me conhece? –  em 2013 e  o livro E viveram felizes para sempre, em 2015, ambos  voltados  para a psicologia.  Em  2016,   após    se especializar   em   neuropsicologia,  lançou   os   três    primeiros   livros  da   coleção DeZequilíbrios,   uma   série de   10  volumes   onde   cada   um aborda   um   transtorno  mental,   em  forma   de   ficção,  suspense e romance.  Em  2018 lançou mais três livros da coleção e em breve  serão  lançados os  próximos  volumes.  Como psicóloga,   atende   em  consultório particular,   trabalhando  transtornos  como   depressão,   síndrome   do  pânico,   ansiedade   e  outros.   Trabalha   com  psicoterapia,  orientação profissional  e  aplicações de  testes  neuropsicológicos. Também atua como palestrante em escolas ou instituições.  Uma   de suas palestras fala sobre o inconsciente e sua importância em nossa vida.  Outra  é voltada para os desequilíbrios mentais e como alcançar o equilíbrio  completo.  A psicóloga  pode  ser  contatada  por este  site  caso haja interesse de contratá-la para essas ou alguma outra palestra específica. Clique no botão abaixo e saiba um pouco mais sobre o seu trabalho.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

× Como posso te ajudar?