“4, 5, 4, 3…Um passo por vez” tem apresentação única no LUME Teatro

Solo da atriz e produtora Cynthia Margareth marca a abertura do Terra LUME, no dia 28 de janeiro

Após estreia no FIAC – Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia, em outubro de 2019, o LUME Teatro recebe o solo  “4, 5, 4, 3… Um passo por vez”, espetáculo que marca a volta aos palcos e uma grande mudança na carreira de Cynthia Margareth, que após 14 anos se despediu do distrito de Barão Geraldo, onde coordenava a produção do LUME Teatro e do Feverestival, para se aventurar em novos voos. A apresentação acontece na próxima terça, dia 28 de janeiro, às 20h, na sede do LUME. A entrada é gratuita, com retirada de senha uma hora antes do espetáculo.

O trabalho surgiu na intenção de aproximar do público esse ofício e algumas ferramentas da produção cultural utilizadas e descobertas pela artista nesses anos em que se dedicou intensamente à produção.

Um dos temas abordados no espetáculo é a própria produção cultural: a atividade está sempre num lugar de bastidor, quase invisível ao público. Pode ser resumida como o trabalho de fazer acontecer o produto artístico, normalmente realizado por profissionais específicos e atentos a todos os detalhes desse processo, desde a gestão de pessoas até o conhecimento de diferentes linguagens.

Há 15 anos dedicada a essa atividade, Cynthia Margareth partiu para fazer algo inédito: colocar em cena a trajetória de produtora cultural e lançar luz sobre diferentes questionamentos e desafios que esta atividade traz.

Quem se dedicou a planejar, organizar e coordenar o destino das criações agora se propõe a experimentar a sensação de abismo ao pisar um território novo, como que desestruturando-se em sua poética. Na “desmontagem”, a artista desconstrói seu percurso e pondera também sobre a complexidade de ser mulher, mãe e profissional.

Despedida

A apresentação no LUME Teatro simboliza essa passagem no momento que antecede a 15a edição do Feverestival – Festival Internacional de Teatro de Campinas, edição em que Cynthia se despede de sua coordenação, mas se mantém presente na curadoria e com outras colaborações. “Iniciar 2020 me apresentando na sede do LUME Teatro, que foi minha casa profissional e afetiva durante 14 anos, é uma forma de honrar o passado, pisar firme no presente e mirar para o futuro”, afirma, e reflete: “desmontar foi também a forma que encontrei de me despedir, de celebrar e de me agarrar ao presente. Seguirei assim fazendo e vivendo cada luto e cada despedida como oportunidade de brindar o viver”.

Read Previous

PLACA 0: pagamento do IPVA 2020 com desconto de 3% vence nesta quarta-feira, 22/1

Read Next

Programa Via Rápida Virtual oferece 20 mil vagas para cursos rápidos e gratuitos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *