Maioria da Indústria Regional pretende aumentar processo de automação

Primeiro vice-diretor do Ciesp-Campinas, Valmir Caldana (Roncon & Graça)

A Regional Campinas do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) apresentou on-line para a Imprensa nessa terça (21 de junho) a Pesquisa de Sondagem Industrial, onde 44% das empresas associadas apontaram aumento no volume de produção em junho, em relação ao mês anterior. O faturamento também aumentou para 52% das associadas. O número de funcionários cresceu para 20% das respondentes e permaneceu estável para 64%. A pesquisa indicou que 72% da indústria da região de Campinas ‘pretende avançar no seu processo de automação. Já 24% das empresas estão ‘satisfeitas com atual estágio de automação’, enquanto 4% respondeu ‘não ter avaliação sobre esse processo’.


Na apresentação da pesquisa, o primeiro vice-diretor do Ciesp-Campinas, Valmir Caldana, afirmou que a questão relativa ao aumento da automação industrial (necessidade apontada por 72% das associadas), indica a importância do programa Jornada de Transformação Digital, lançado recentemente pelo Ciesp estadual. Caldana explicou que a Jornada é voltada para a quarta geração da indústria. “Nesse programa, Ciesp, Senai e Sebrae oferecem consultoria e suporte profissional para que 40 mil indústrias no Estado de São Paulo, nos próximos quatro anos modernizem seus sistemas”.
Indicadores – Na Sondagem Industrial de junho, conforme o vice-diretor, Valmir Caldana, os indicadores em geral são positivos para a indústria da região de Campinas. O nível de utilização da capacidade instalada de produção para 60% das empresas respondentes está entre 70,1% e 100%, o que confirma os aumentos apontados no volume de produção e faturamento.
O lado negativo apontado por Caldana foi o aumento nos custos de matérias-primas e componentes para 90% das associadas em junho. “Esses aumentos continuam pressionando a indústria. Também preocupa o recente aumento no óleo diesel e seus possíveis reflexos nos custos de transportes e fretes”, acrescentou.

Primeiro vice-diretor do Ciesp-Campinas, Valmir Caldana (Roncon & Graça)

Na pesquisa, 44% das empresas informaram que não irão realizar investimentos para a ampliação da capacidade produtiva para os próximos 12 meses.
A pesquisa de Sondagem também apontou o grau de uso da energia fotovoltaica pelas empresas associadas. A utilização desse tipo de energia está sendo avaliada por 72% das empresas. A fotovoltaica já é utilizada por 8% das empresas, enquanto 4% a utilizam juntamente com a energia elétrica convencional. Já 16% das respondentes não pretendem utilizar a fotovoltaica.

Leia também: Secretaria de Saúde de Campinas divulga Boletim Semanal de Sintomáticos Respiratórios

Balança Comercial Regional – Em relação aos números da Balança Comercial Regional, em maio de 2022, o diretor do Departamento de Comércio Exterior do Ciesp-Campinas, Anselmo Riso, informou que o valor exportado foi de US$ 308,2 milhões – 30,7% maior que em maio de 2021. Já as importações no mesmo mês foram de US$ 1,2 bilhão – 23,1% maior do que em maio do ano passado. O saldo em maio de 2022 foi negativo em US$ 910,9 milhões – 20,7% maior do que o registrado em maio de 2021.
A corrente de comércio exterior regional (soma das exportações e importações) em maio de 2022 foi de US$ 1,5 bilhão – 24,6% maior que no mesmo mês do ano passado.
Em maio os principais municípios exportadores da Regional Campinas do Ciesp foram, pela ordem: Campinas (28,9%), Paulínia (28,2%), Sumaré (11,5%), Mogi Guaçu (8,6%) e Amparo (6,4%).
Já os municípios que mais importaram foram: Paulínia (44,9%), Campinas (23,1%), Jaguariúna (8,1%), Sumaré (7,6%) e Hortolândia (6,9%). O percentual do município refere-se a sua participação em relação ao total da Regional no Balanço Mensal.


Os principais destinos das exportações da Regional Campinas foram Estados Unidos, Argentina e México. As principais importações foram da China, Estados Unidos e Coreia do Sul.
O Ciesp-Campinas conta com 494 empresas associadas, distribuídas em 19 municípios da região. O faturamento conjunto das empresas associadas é de R$ 41,52 bilhões ao ano. Conjuntamente essas empresas empregam 98.894 colaboradores.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CASTELO NO YOUTUBE

Clovis Cordeiro

Read Previous

Festival Gastronômico de Inverno de Sousas e Joaquim Egídio volta a ser presencial na edição de 2022

Read Next

Palhaço Jerônimo se apresenta do Sesc Campinas e estreia de o Gran Cirque Brado é adiada

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.