Distribuição de cestas de alimentos da Educação aumenta 123% em junho


A Secretaria Municipal de Educação entrega em junho 45 mil cestas básicas para os alunos da rede municipal. O volume é 123% maior do que o número entregue em junho do ano passado, quando foram ofertados 20.156 kits de alimentos.

A cessão dos alimentos teve início em abril do ano passado como uma alternativa para suprir a alimentação escolar que, antes da pandemia de Covid-19, com as aulas somente no módulo presencial, os alunos faziam nas escolas.

“Os impactos da pandemia se aprofundaram ao longo do tempo. Nossa resposta teve que se tornar mais robusta com o aumento progressivo na distribuição das cestas básicas”, afirma o secretário de Educação, José Tadeu Jorge.

Com a retomada das aulas presenciais, no último dia 26 de abril, os alunos fazem duas refeições na escola, recebem as cestas básicas e os kits de hortifrutigranjeiros.

No ano passado, a Secretaria de Educação entregou 170,9 mil cestas básicas beneficiando 40,8 mil famílias. De fevereiro até o momento, já somam 158,8 mil conjuntos de gêneros alimentícios.

Parceria

A entrega é feita ponto a ponto, ou seja, para cada uma das 206 unidades da rede municipal. Toda essa logística é realizada por meio de uma parceria entre o Exército, Ceasa (Centrais de Abastecimento de Campinas) e Secretaria Municipal de Educação.

Os caminhões com as cestas deixam a Ceasa com destino às escolas. O Exército auxilia com um veículo da corporação, que faz o carregamento dos alimentos e transporte até as unidades educacionais.

A partir daí, as equipes gestoras das escolas entram em contato com as famílias, agendando o dia e horário para a retirada das cestas básicas. Tudo é realizado dentro dos protocolos sanitários vigentes, com distanciamento, uso de máscaras e álcool gel.

A Rede Municipal atende cerca de 70 mil alunos matriculados na Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), além de Qualificação Profissional e Profissionalizante.

Read Previous

Viracopos vacina 2118 funcionários contra Covid

Read Next

Campinas tem 93,75% dos leitos de UTI-Covid ocupados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *