“Inmersión” traz o melhor da Espanha para Campinas

Espetáculo, cursos e palestras ocorrem em várias cidades do Brasil entre 25/9 e 06/10 com grandes nomes espanhóis: Patricia Guerrero, María Moreno e Sergio “El Colorao”

Patricia Guerrero, María Moreno e Sergio “El Colorao” ministrarão cursos, palestras e tablado em Campinas. Para participar, os interessados devem conferir a agenda completa de eventos e os valores dos ingressos e pacotes no site inmersion.com.br.

Dança flamenca/Divulgação

A abertura nacional do Inmersión será em Campinas na quarta-feira, 25/9, em frente à Catedral Metropolitana. A Intervenção Cultural Flash Mob leva um mostra gratuita do flamenco à população campineira.

Na quinta, 26/9, a intervenção acontece no restaurante Vila Paraíso. O público poderá apreciar uma deliciosa Paella e a apresentação de bailaores de flamenco. A tradicional paella espanhola teve origem na região de Valência, passando depois a ser consumida no litoral, quando a receita foi incrementada com frutos do mar. A iguaria foi trazida a São Paulo na primeira metade do século 20 pelos imigrantes. Na Espanha, é preparada, principalmente, pelos homens no fogão à lenha durante os almoços de domingo com a família.

Serão duas semanas respirando Flamenco em diversas atividades: aulas, conversas, vivências, espetáculo, tablao. Nesta 2ª edição do Inmersión, além das apresentações nas 3 capitais brasileiras, os artistas ministram cursos para níveis básico, intermediário, avançado e formação em bata de cola em Campinas com duração de 3 dias. 

O Hotel Vila Rica em Campinas será palco de um dos mais típicos shows de tablado espanhol no Brasil, aguardado pelo público por trazer nomes expressivos da cena internacional do flamenco e bailaores atuantes no cenário nacional acompanhados dos já confirmados Allan Harbas, Fernando de Marília, Jony Gonçalves, Eugenio Romero e do cantaor Sergio “El Colorado”.

O espetáculo faz parte do projeto Inmersión, desenvolvido pela bailaora Mariana Abreu, diretora artística do Estúdio de Artes e Dança Soniquete, de Campinas, em parceria com a produtora de flamenco Leila Vecchio da Olé Flamenco, para disseminação da cultura espanhola na região.

Os ingressos do tablado custam R$ 95,00, do espetáculo custam R$ 158,00, meia entrada e antecipada a R$ 315,00, no dia do show, e podem ser adquiridos no Estúdio Soniquete (Rua Manoel Antunes Novo, 574, Barão Geraldo) ou no site: inmersion.com.br. Mais informações podem ser adquiridas por e-mail contato@inmersion.com.br ou pelo telefone (11) 98217-1074.

SOBRE OS CONVIDADOS INTERNACIONAIS

Patricia Guerrero
Patricia Guerrero (Granada, 1990) desenha figuras geométricas com sua dança. Depois as transforma, as desfaz e as converte em elementos vitais como o fogo.
Recebe o prêmio Giraldillo de Melhor Espetáculo da XIX Bienal de Sevilha com Catedral (2016) e 2 indicações nos Prêmios Max 2017, incluindo melhor intérprete feminina de dança. Depois de Utopía, estreia Distopia na Bienal de Flamenco de Sevilla 2018. Com apenas 15 anos integra o Centro Flamenco (Dir. Mario Maya), fazendo parte de Diálogo do amargo. Participa dos festivais e teatros mais importantes da Espanha.
Em 2010, ingressa na Compania de Ruben Olmo apresentando Tranquilo Alboroto e um ano mais tarde torna-se primeira bailaora no Ballet Flamenco da Andalucía (direção do próprio Olmo), é dirigida por Carlos Saura como solista no espetáculo Flamenco hoy, que percorreu o mundo, incluindo City Center de Nova York. Saura voltaria a contar com ela nas filmagens de Flamenco Flamenco. Continua a colaborar com Arcangel em seus espetáculos Olor a Tierra e Las ida y las vueltas (com a Academia de Piaccere), uma fusão do flamenco e música barroca, onde é premiada com o Giraldillo de artista revelação da Bienal de Sevilha 2012. A parceria com Arcangel se mantém com o show Tablao, que estreou no Teatro Real de Madrid.
Em fevereiro de 2016, no XX Festival de Jerez, apresenta Pórtico, trabalho que abre as portas de sua mística e seu feminismo na XIX Bienal de Sevilha no Teatro Lope de Vega. No ano seguinte estreia, com a Compania Andrés Marín, o espetáculo D.Quixote no Teatro Nacional de Chillot (Paris, França).
E agora Distopia, o novo show da granadina. Um lugar imaginário, de natureza irreal, a solidão e a incompreensão. Patricia Guerrero e o flamenco contemporâneo. A arte que constrói sonhos e realidades, que quebra mitos. Contemporânea, ousada, criativa, livre, feminista, esposa, filha… bailaora.

María Moreno
María Moreno (Cádiz, 1986) é um dos expoentes da “nova era dourada do flamenco”, pela riqueza da linguagem, maestria técnica e garra.
Com apenas oito anos de idade entra no Conservatório Profissional de Dança de Cádiz. Como a sua dança, altamente estilizada e cheia de nuances e significados, revela a influência de seus professores Javier Latorre, Rafaela Carrasco, Antonio Canales e Eva Yerbabuena. Desenvolveu sua própria linguagem clara e consistente ao longo de sua carreira, desde que fez sua estreia em Locos por el Tiempo de Juan e Pilar Ogalla.
Em 2004 integra a companhia de Eva Yerbabuena, participando dos shows A cuatro voces, Eva, 5 mujeres 5 e El huso de la memoria, com os quais se apresenta por vários palcos do mundo. Também Federico según Lorca, que faz temporada nos Jardines del Generalife dentro do programa Lorca y Granada. Começa em 2006 sua carreira solo, participando da Bienal de Jóvenes Flamencos de Sevilla, Los Veranos del Corral (Granada), Festival Larachí flamenca (Sevilla), Fiesta de la Vendimia (Jerez de la frontera) e Festival de la Fortuna (Madrid). Participa do XXXV Congresso Internacional de Flamenco (Cádiz) e estreia Kalho Calo (direção de Rafael Estévez). Ao lado de Rafael Campallo estreia Puente de Triana e Triana, la outra orilla (Itália e Canadá). Colaborou com grandes nomes como Miguel Poveda, José Mercé, Marina Heredia e Arcangel.
Estreia na Lechera de Cadiz Alas de Recuerdo (2014), uma declaração de intenções que cala o público e que é depois apresentado em palcos como Jueves Flamencos de Cajasol, Suma Flamenca de Madrid, Festival Flamenco de Albuquerque (EUA) e Festival de Jerez, onde é consagrada com o Premio Artista Revelación.
Em 2018 estreia De la Concepción no Teatro Central de Sevilha durante a XXI Bienal de Flamenco. Uma montagem com a direção de palco de Eva Yerbabuena e direção musical de Andrés Marín. Espetáculo que ganha o Premio Giraldillo Artista Revelación.

Sergio “El Colorao”
Com 6 anos faz sua primeira apresentação e começa a cantar junto com seu pai em numerosas peñas flamencas e festivais andaluzes. Aos 10 anos já forma sua primeira banda: grupo Oyana, onde começa a formar seu próprio estilo de flamenco, se apresentando com Remedios Amaya, Raimundo Amador, La Susi, Rebecca ou Ecos del Rocío entre outros.

Sempre se sentiu atraído pela fusão e inovação, tendo seu trabalho destacado como componente da Small Band Flamenca, apadrinhada por músicos como Rubem Dantas e Jerry Gonzalez. Apresenta-se no programa El 5 a las 5, formado por músicos de jazz, clássico, pop, flamenco e tango argentino, em um musical sobre Lorca e sua história.

Em 2016 lança seu álbum solo Como mi Sangre, com participações de Antonio Canales, Pepe Habichuela, Manuel e Bernardo Parrilla, Dani de Morón, Jerónimo Maya e Antonio Serrano.

SERVIÇO 

“INMERSIÓN” ESPETÁCULO INTERNACIONAL DE FLAMENCO

Campinas

Abertura Nacional do Inmersión
Flash Mob – Intervenção Cultural – Flamenco
Data: 25/9,  quarta-feira
Horário: 14h
Local:  Em Frente a Catedral Metropolitana de Campinas

Intervenção Cultural – Flamenco
Data: 26/9, quinta-feira
Horário: 19h
Local:  Restaurante Vila Paraíso – R. Dr. Heitor Penteado, 1716 – Sousas, Campinas

Curso
Data: De 4 a 6/10
Horário: diversos – conferir site
Local: Academia Lina Penteado – Rua Barão de Paranapanema, 401 – Bosque, Campinas – SP
Ingressos: inmersion.com.br

Show Tablado
Data: 4 e 5/10
Horário: 21h
Local: Hotel Vila Rica R. Donato Paschoal, 100 – Parque Italia, Campinas – SP
Ingressos:  inmersion.com.br

Informações: contato@inmersion.com.br / fone – (11) 98217-1074.

Read Previous

Educação SP prorroga prazo para unidades manifestarem interesse de ingressar no Programa Ensino Integral

Read Next

BEG Gin conquista duas medalhas internacionais

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *