Restaurador de arte sacra morre em incêndio no Bonfim

O idoso que morreu no incêndio na noite desta segunda-feira, (06), na casa paroquial, ao lado da Igreja Senhor Bom Jesus do Bonfim, foi o responsável pela restauração da Basílica do Carmo e da própria igreja do Bonfim, em Campinas. O corpo de bombeiros investiga o que provocou o incêndio, que deve ter começado na sala da casa, onde o artista plástico e restaurador de arte sacra, Wladimir Rodionow Filho, de 83 anos, austríaco morava sozinho há 30 anos.

Segundo vizinhos, no interior da casa havia muitas telas, tintas e outros materiais de pintura, além de três carros antigos na garagem. O artista saia pouco de casa, segundo relataram esses vizinhos.

O fogo teria começado por volta das 22 horas, os bombeiros chegaram rápido, porém, quando entravam no imóvel, Wladimir já estava morto, dentro do banheiro. As pessoas ouvidas não souberam informar se o artista tem algum parente em Campinas.

Read Previous

Prefeitura vai recorrer da decisão do TJ SP sobre as igrejas e templos

Read Next

Curso gratuito de TI transforma futuro de jovens

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *