Campinas terá ambulatório móvel para atendimento gratuito a cães e gatos

Referência na área, Campinas tem experiências de sucesso no atendimento aos animais. Ideia é agregar outros serviços como microchipagem e vacinação (Arquivo?PMC)

A Prefeitura de Campinas vai abrir licitação, entre dois e três meses, para contratar duas unidades de ambulatório móvel veterinário para o projeto “Clínica veterinária móvel para cães e gatos”. A implementação do novo serviço foi acertada em reunião, na manhã desta quarta-feira, 23 de fevereiro, entre o prefeito o Dário Saadi, a deputada federal Maria Rosas, o vereador Fernando Mendes, e a secretária interina do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andrea Struchel.

“É uma iniciativa rápida, que poderemos colocar logo em prática. O atendimento irá até as pessoas, o que vai ajudar muito a população que tem gatos e cachorros e dificuldade para se deslocar. A proteção animal é uma política pública importante e esta questão já está bem encaminhada”, disse o prefeito Dário Saadi.

O atendimento aos cães e gatos será gratuito e não precisará de agendamento. O Termo de Referência para implantação do projeto já foi elaborado pela Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, por meio do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal (DPBEA). O próximo passo é elaborar o edital de licitação. A deputada federal Maria Rosas destinou recursos de emenda parlamentar de R$ 1, 2 milhão para a implantação do projeto.

As unidades da Clínica Veterinária Móvel atenderão em diversas regiões da cidade e permanecerão alguns dias em cada endereço, conforme programação a ser feita pelo DPBEA. As equipes veterinárias darão o diagnóstico, a receita ou o medicamento, e orientações aos donos dos animais.

Segundo a secretária do Verde, Andrea Struchel, a previsão é de 24 mil atendimentos ao ano. “Nas unidades, cães e gatos receberão o primeiro atendimento e/ou emergenciais. Também vamos agregar outros serviços que já oferecemos como microchipagem e vacinação. É importante ir aos locais porque muitas pessoas não têm como levar os pets a clínicas longe de casa. Temos experiências de sucesso no atendimento aos animais” explicou Andrea, que destacou também o Samu Animal e a castração, serviços já disponibilizados pelo DPBEA.

“É uma gestão bem-feita e pontual. Estamos aqui para contribuir. Sabemos que este trabalho com cães e gatos vai atender a toda a população”, disse a deputada Maria Rosas.

O investimento previsto para implantação do projeto é de cerca de R$ 1,8 milhão. Além dos recursos da emenda, uma parte será da administração municipal.

O projeto da clínica veterinária móvel atende a uma demanda da população, indicada pelo vereador Fernando Mendes, e segue as regras do Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Clovis Cordeiro

Read Previous

Campinas Vacina Mais/Escolas estará em seis unidades nesta quinta-feira

Read Next

Serviços municipais que irão funcionar durante o Carnaval

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.