Filme “Ana. Sem Título”, show com “Tavinho Moura”, “Rádio Sucata” e espetáculo “Cor-Açaõ” são destaques no Sesc Campinas

A programação de cinema do Sesc Campinas traz a temática Cinema Brasileiro Entre a Política e a Poética. Historicamente, o cinema nacional é considerado terreno fértil para fabulação política e social. Nos últimos anos, com o alargamento da política, que se tornou elemento cada vez mais integrado à vida cotidiana, esse se tornou ponto crucial na filmografia nacional.

Durante as exibições deste mês, a programação o mês de junho, sempre às terças-feiras, às 19h30, o Sesc Campinas evidencia essa característica nos últimos anos através dos olhares de diretores experientes e iniciantes cujas obras trazem questões políticas e sociais, seja de maneira literal ou metafórica.

Na exibição de Ana. Sem Título (dia 14/6, às 19h30), acompanhamos Stela, uma atriz brasileira que está realizando uma espécie de documentário sobre cartas trocadas por artistas plásticas sul-americanas na década de 70 e 80. Viajando por alguns países da América Latina, ela coleta documentos, trabalhos e outras informações sobre a realidade vivida por essas artistas durante as ditaduras. É assim que ela descobre a existência de Ana, uma jovem brasileira que desapareceu neste sombrio período. Obcecada pela personagem, Stela, então, resolve encontrá-la e descobrir o que aconteceu. (Brasil/ 2020/ 110 min./ Direção: Lucia Murat). A retirada de ingressos é limintada, na Loja Sesc, no dia da atividade.

Leia também: Impactos do maior reajuste de história dos planos de saúde

Feriado chegando e com ele o espetáculo interativo de dança contemporâneo-brasileira para crianças, Cor-Ação (dia 16/6, às 16h), com o Núcleo Pé de Zamba. A atividade parte da beleza e da alegria causadas pela presença das cores nas manifestações culturais brasileiras. As frequências e movimentos das cores se concretizam pelos adereços e formas animadas pelos corpos dos dançarinos e do próprio público, que também participa, tudo isso regado a música autoral e ao vivo. Para melhor interação com o público, o uso de máscara é obrigatório para todas as idades. E ainda falando de criança, o teatro infantil traz Momo e o Senhor do Tempo (dia 19/6, às 16h), com direção de Carla Candiotto. No enredo, Momo é uma menina órfã que aparece misteriosamente em uma cidade e vai morar nas ruínas de um antigo teatro abandonado. Momo e seus amigos vão enfrentar os Homens Cinzas para recuperar o “tempo perdido” com a ajuda do Senhor do Tempo e de Cassiopeia, uma tartaruga que não tem pressa nenhuma. Com Camila Cohen, Eric Oliveira, Ernani Sanchez, Fabricio Licursi e Victor Mendes. A classificação é livre. Para ambas as apresentações, crianças com até 12 anos não pagam ingressos, sendo cobrados somente dos acompanhantes.Com valores entre R$7,50 e R$25, os ingressos estão à venda no portal www.sescsp.org.br/campinas e nas bilheterias das unidades.

Crianças Jardineiras (dia 15/6, às 10h e às 15h30) é uma vivência para que adultos, bebês e crianças participem do cuidado e da manutenção do Jardim do Espaço de Brincar por meio de diferentes ações como plantar, regar, podar, colher e identificar. Unindo a proposta de uma contação de histórias, movido pelo Dia do Meio Ambiente, Histórias que a Passarinha me Contou – Episódio Água (dia 18/6, às 15h) fala de uma passarinha, contando sobre um peixe de mar que amava o rio. As aventuras são contadas com música autoral e recursos teatrais, narrando a vida no mar, a subida da Piracema e a lagoa. Após a contação, a plateia é convidada a deixar a imaginação criar asas para compor elementos da história e brincar livremente com os materiais utilizados na apresentação. Atividades gratuitas

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CASTELO NO YOUTUBE

Clovis Cordeiro

Read Previous

Lagoa do Taquaral sedia festança nordestina de sexta a domingo

Read Next

Mata de Santa Genebra recebe inscrição para trabalho voluntário na Arie

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.