Casa da Criança Paralítica suspende temporariamente atendimento

Medida foi adotada para enfrentar coronavírus

Diante das medidas de enfrentamento do coronavírus e pela fragilidade das crianças atendidas, a Casa da Criança Paralítica de Campinas suspenderá as atividades entre 23 de março e 10 de abril. A medida tem como objetivo diminuir o convívio entre as crianças, familiares e profissionais da instituição, como forma de evitar a transmissão do vírus.

Até o próximo dia 20, sexta-feira, os atendimentos serão reduzidos gradativamente e as famílias comunicadas da decisão. O período de suspensão das atividades poderá ser alterado, caso mude o cenário atual. Em comunicado aos funcionários e famílias, a direção da entidade alertou para a necessidade de todos permanecerem em suas casas, protegerem crianças e idosos e não criarem oportunidades de encontros e eventos.

O comunicado traz ainda recomendações importantes para prevenção contra o coronavírus, como não cumprimentar pessoas com beijo, abraço ou aperto de mão, não utilizar transporte público, lavar as mãos constantemente e rigorosamente, manter-se a 2 metros de distância de quem apresenta sintomas, não frequentar locais com aglomeração, evitar idas frequentes ao supermercado, entre outras.

Com 66 anos de atividades, a instituição oferece atendimento gratuito especializado a crianças, adolescentes e jovens com deficiência física e comprometimento neurológico nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, médica, odontologia, psicologia, nutrição, serviço social e pedagogia, além de orientação à família. Atualmente, em sua sede no Parque Itália, em Campinas, SP, são atendidos mais de 350 pacientes por mês, a maioria de baixa renda.

Read Previous

Artigo: Implicações trabalhistas do coronavírus

Read Next

Governo anuncia a auxílio R$ 200 a trabalhadores autônomos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *