CPFL Paulista investe R$ 900 mil em projeto no Hospital de Clínicas da Unicamp

Em parceria com a startup Microblau, a iniciativa reduzirá em 30% o consumo de energia elétrica da instituição

 
A CPFL Energia, por meio do programa CPFL nos Hospitais, investiu R$ 900 mil na implantação de solução de automação para controle da central de água gelada (CAG) do Hospital de Clínicas da Unicamp. O projeto de eficiência energética foi desenvolvido em parceria com Microblau Automação, startup de automação e gestão de infraestrutura que foi participante do CPFL Inova, programa de inovação aberta da companhia para aceleração de startups e scaleups. A iniciativa tem como objetivo melhorar a sustentabilidade financeira do Hospital e da Universidade, de forma a beneficiar toda a comunidade atendida.A solução consiste na alteração do funcionamento dos sistemas de refrigeração de água gelada usados na climatização do prédio do Hospital de Clínicas da Unicamp. Uma plataforma online faz o monitoramento e controle do sistema para garantir ao máximo o rendimento dos equipamentos e auxilia nas manutenções preventivas e corretivas.O uso de tecnologia embarcada e inteligência artificial no controle da central de água gelada de um hospital possibilita a mitigação de riscos de falhas do sistema, maior eficácia operacional e eficiência energética, já que o sistema opera conforme a demanda e a atuação no ponto ótimo de funcionamento resulta em economia de energia. A solução é baseada na análise do sistema existente e não é obrigatória a troca dos equipamentos, se estiverem em boas condições. No caso do Hospital de Clínicas, ainda foram trocados os motores de 4 bombas por modelos mais eficientes e instalado um novo painel de energia para segurança do sistema e do hospital.Com os investimentos, a companhia prevê uma economia de energia superior a 30% em relação ao consumo atual do sistema, o que significa 906,52 MWh de energia economizada ao ano, equivale ao consumo de 382 residências, e 99,88 kW de demanda retirada no horário de ponta. Será evitada a emissão de 55,92 toneladas de CO2 na atmosfera – o mesmo que o plantio de 336 novas árvores.O Programa CPFL nos Hospitais vem destinando recursos para a realização de projetos desde 2019. “Os projetos de eficiência energética têm como foco proporcionar economia de energia e melhorar a gestão financeira de instituições públicas e filantrópicas de saúde situadas nas cidades das áreas de concessão das nossas distribuidoras”, afirma Felipe Henrique Zaia, gerente de Eficiência Energética da CPFL. Acrescenta ainda: “A CPFL iniciará um novo projeto na área da saúde da Unicamp ainda no primeiro semestre de 2021, com investimento previsto de R$ 4,5 milhões em geração fotovoltaica e substituição de iluminação por tecnologia LED.

Quadros de automação e energia no HC

Read Previous

Feira de intercâmbio conecta brasileiros com 87 instituições de ensino

Read Next

Romantisto é outra coisa, viu?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *