Instituto Anelo mantém atividades on-line

Para possibilitar o acesso a todos os alunos ao conteúdo, instituição inicia campanha de doação de tablets e de instrumentos musicais

Com as aulas presenciais suspensas oficialmente desde 16 de março, o Instituto Anelo optou por manter suas atividades no formato digital. O conteúdo on-line já alcança 89% dos alunos, de acordo com dados levantados pela coordenação pedagógica do Instituto.

Professor Leonardo Pelegrin/Divulgação

A associação, sem fins lucrativos que oferece aulas gratuitas de música no Jardim Florence I, no distrito do Campo Grande, em Campinas (SP), completa 20 anos neste mês de maio com este importante desafio de manutenção das suas atividades, apesar da quarentena decretada pelo
Governo do Estado de São Paulo em consequência da pandemia da Covid-19.

Segundo o fundador e coordenador-geral, Luccas Soares, o Instituto Anelo tem sobrevivido de doações, cachês de apresentações e contribuições de comerciantes. Ele explica que, em 2020, pela primeira vez, a instituição tem garantidos 80% do valor necessário para a manutenção do trabalho por um ano.
Graças, principalmente, ao patrocínio obtido, via Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, órgão ligado ao Governo Federal, das empresas CPFL Energia – por meio do Instituto CPFL – como patrocinadora master, e Unimed Campinas.
Além desse patrocínio pela Lei de Incentivo, o Anelo também conta com o apoio da Associação Beneficente Maria e Tsu Hung Sieh; da Instituto Robert Bosch; de comerciantes da região, onde o Anelo atua.
Devido ao fechamento do comércio não essencial determinado pelo Governo Estadual, infelizmente, alguns desses apoiadores não têm conseguido manter a contribuição. As doações esporádicas de
pessoas físicas também caíram significativamente. Portanto, a instituição ainda necessita arrecadar os 20% restantes para completar o orçamento do ano.
Atualmente, o Anelo contabiliza 75 aulas semanais em diferentes projetos, 524 alunos matriculados, 20 professores, oito músicos colaboradores que fazem parte da Orquestra Anelo, três coordenadores e uma equipe de comunicação integrada por três pessoas (uma delas também professora) e uma secretária. O gasto mensal, incluindo salários e despesas gerais de manutenção, é de R$ 50 mil. A instituição também conta com a atuação de voluntários.


Read Previous

Câmara de Campinas aprova antecipação de feriados

Read Next

Prefeitura de Campinas anuncia medidas emergenciais para a Cultura

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *