Paciente terá “Prontuário Eletrônico” na saúde

Vereador Jorge da Farmácia, autor do projeto/Divulgação

Um Projeto de Lei Nº426/2013, de autoria do Vereador Jorge da Farmácia, propõe a criação do “Prontuário Eletrônico” na saúde no âmbito do município de Campinas. Já aprovado na última Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Campinas, no dia 22 de maio de 2019, o projeto tem o objetivo é unificar as informações médicas de cada paciente para que o mesmo tenha um histórico que possa ser avaliado por qualquer profissional habilitado em qualquer Unidade Hospitalar da cidade.

A lei tem o objetivo de implantar um sistema de informação nas unidades médicas que possuirá um cadastro único digital de cada pessoa, prevendo assim a rapidez no diagnóstico pelos profissionais de saúde que passarão a contar com todo o histórico hospitalar do paciente. Todas as Unidades de Saúde do município poderão realizar cadastro de novos pacientes, medicamentos existentes na farmácia e profissionais da área da saúde.
O sistema armazenará dados como: nome completo, endereço, tipo sanguíneo, doenças diagnosticadas, telefones e outras informações e disponibilizará o histórico de consultas, exames indicados e já realizados, medicamentos prescritos e outras informações que se julgarem indispensáveis pelo gestor de saúde municipal.

O Projeto de Lei agora segue para sanção e regulamentação do Prefeito Municipal.

Read Previous

Unicamp divulga lista de obras de leitura obrigatória para o Vestibular 2021

Read Next

Fortaleza é a cidade nordestina mais procurada para as férias de julho 2019

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *