Pocote de ajuda emergencial aguarda assinatura do presidente Bolsonaro

O valor de R$600 por mês durante a crise do coronavírus deve ser pago no início do próximos mês

A Lei que será sancionada pelo Governo Federal para entrar em vigor já foi aprovada pelo Congresso em 26 de março. A medida prevê o pagamento de R$600 mensais e permite que até dois membros da mesma família recebam o benefício. Mães que forem sozinhas e sustentam suas casas podem receber R$ 1.200, porque poderão acumular dois benefícios individualmente.

A previsão de pagamento seguirá um cronograma: primeiro serão os cadastrados no Programa Bolsa Família, depois, os informais que estão no Cadastro Único do Governo Federal, em seguida, os microempreendedores (MEI). Ainda terão direito ao auxílio os contribuintes individuais do INSS e, também, os informais que não estão cadastrados.

Enquanto providencia a assinatura da Lei, o Governo Federal está em fase de ajustes e prevê que o pagamento comece dia 10 de abril.

Pessoas que já estão incluídas em outros programas de assistência do Governo, não receberão o benefício, com exceção do Bolsa Família.

E ainda nesta quarta-feira (01), o Senado deverá votar um projeto que vai ampliar o número de categorias com direito a recebe o benefício de R$ 600,00, como apoio para enfrentar a crise provocada pela epidemia do Coronavírus. Podem ser beneficiados os motoristas por aplicativos, taxistas, catadores de lixo e também artistas. Como para as demais categorias já na lista de beneficiadas, o , apelidado de “coronavoucheer” será por 3 meses,

Fonte: https://boainformacao.com.br

Read Previous

Destilaria doa lote de álcool 70% para hospitais em Campinas

Read Next

Coronavírus: dentistas produzem máscaras e doam para hospitais em Campinas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *