Bianca Lopes é eleita Miss Universo São Paulo

Bianca Lopes leva o Miss Universo São Paulo

Bianca Lopes é eleita Miss Universo São Paulo em Ribeirão Preto

Campeã é da cidade de Jaú e representará o Estado no Miss Universo Brasil no dia 7 de novembro

 A vencedora do concurso Miss Universo São Paulo 2021, realizado no último sábado, 2, em Ribeirão Preto, é Bianca Lopes, representante da cidade de Jaú. Ela tem 24 anos, é advogada, atriz e influencer, e leva o título pela segunda vez, já que venceu também em 2019 e, ficou entre as três finalistas no Miss Brasil. “Carregar esse título [de novo] vai ser uma responsabilidade muito grande e eu estou pronta para representar o Estado no Miss Brasil. Por conta da mudança esse ano nas regras, eu pude participar de novo”, comemorou a Miss estadual eleita.

Bianca Lopes pode participar, de novo, por conta da mudança no regulamento, já que agora os direitos do concurso no Brasil pertencem ao empresário ao Winston Ling, que é economista, engenheiro e investidor anjo da primeira social TV interativa do mundo, a SoulTV, plataforma gratuita com o canal sobre os concursos de beleza – o U Miss.

Bianca Lopes concorreu com 18 candidatas do Estado, das cidades de Ribeirão Preto, Cravinhos, Araraquara, São Carlos, Franca, Santa Rita do Passa Quatro, Jundiaí, Limeira, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Cajamar, Ibirá, Cotia, Ilhabela, Guarulhos, Franco da Rocha e Jarinu.

Na final, disputou a coroa com a Miss Ribeirão Preto, Maryla Vasconcelos, que ficou em terceiro lugar, e com a Miss Guarulhos, Ieda Favo, que levou o segundo lugar no concurso. “Eu acredito que as coisas acontecem por um objetivo e um bem maior e esse era o meu sonho e quem sabe trazer essa coroa para São Paulo”, disse a Miss.

O concurso foi auditado pela Advocacia Liotti & Carvalho e, além da coroa, a ganhadora recebeu premiações que chegam ao valor de R$ 35 mil.

Miss Universo Brasil

Bianca Lopes ficará em Ribeirão Preto pelos próximos 30 dias para se preparar para o Miss Universo Brasil que será em alto mar, a bordo de um cruzeiro no dia 7 de novembro. “Estou com um coordenador incrível que é o Éder Ignácio e sempre tive um sonho de me preparar com ele e eu falo que as coisas acontecem quando tem que acontecer e hoje eu estou aqui e vou ficar em Ribeirão Preto para toda a minha preparação”, enfatizou a Miss, que reforçou que tem um mês intenso de preparação pela frente e que vai em busca do título nacional de novo.

Para Eder Ignácio, coordenador do Miss Universo São Paulo, a missão foi cumprida. “Missão cumprida e sentimento de realização. Foram aí alguns meses planejando e trabalhando e agora é preparar a Miss Universo São Paulo para o Miss Universo Brasil”, reforçou ele.

LEIA TAMBÉM: CAMPANHA OUTUBRO ROSA

Desafios no concurso

Questionada sobre o seu maior desafio no concurso, Bianca destacou a pressão psicológica. “Num concurso de Miss não estamos concorrendo com as outras candidatas, é uma competição pessoal, individual. A gente é avaliada individualmente. Então eu sempre falo que eu acredito que o principal é o preparo psicológico. É uma pressão muito grande estar aqui, uma pressão interna e externa e pessoal que criamos. É importante ter essa estabilidade emocional para conquistarmos os nossos objetivos”.

Se ganhar a coroa nacional, Bianca Lopes representará o país no Miss Universo em dezembro. O concurso mundial será promovido em Israel, na cidade de Eliat.

Momento do anúncio da vencedora

Um evento histórico

Televisionado e transmitido via streaming em tempo real para 196 países via Soul TV, pela TV Thathi no interior de São Paulo e em outras emissoras locais do Estado, o Miss Universo São Paulo teve 18 concorrentes e foi realizado pela primeira vez fora da capital paulista. A noite de gala foi organizada em Ribeirão Preto no espaço Casa Boulevard Pallagourmet.

Sem público presencial e seguindo todas as diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS), o evento começou na noite de sexta, com a primeira bateria de avaliações dos jurados, na preliminar. Na noite de sábado, as finalistas desfilaram os trajes de Moda Praia e de Gala nas cores da bandeira de São Paulo.

O espetáculo foi marcado por efeitos de luzes, projeções e coreografias, que trouxe para o interior paulista a essência da Terra da Garoa e sua selva de pedra. A apresentação ficou por conta do comunicador Anderson Nogueira e da Miss São Paulo 2018, Paula Palhares.

Trajes com história

Os organizadores trouxeram para a passarela inovação do formato para superar os desafios impostos pela pandemia. Nas passarelas, os trajes mostraram elegância aliada a conceitos como sustentabilidade. Foram quatro figurinos para cada miss: roupa da abertura, biquíni, maiô e gala, que remeteram a cultura de São Paulo.

O concurso teve patrocínio de Aneethun, Ricosti, Royal Brows, SD Sobrancelhas Design, Beijo do Sol Moda Praia, Alexandre Lima Beauty & Hair, Casa Boulevard Pallagourmet, Tilev, Magrass Ribeirão Preto e Íbis Styles Maurilio Biagi, além do apoio Institucional da Secretaria da Cultura e Turismo e da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto.

JORNAL DO CASTELO

Read Previous

Receita Federal fará mais um leilão

Read Next

Saúde vacina 22.708 pessoas contra a Covid-19

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *