Grupos musicais do Instituto Anelo se apresentam no Castro Mendes

Entrada gratuita por ordem de chegada.

Grupos musicais do Instituto Anelo se apresentam neste domingo, dia 22 de maio, no Teatro Municipal José de Castro Mendes, como parte das comemorações pelo aniversário de 22 anos da instituição, uma associação sem fins lucrativos que oferece aulas gratuitas de música no Distrito do Campo Grande, em Campinas.

A programação começa às 16 horas, com a apresentação, em sequência, dos três coros do Instituto Anelo e se encerra com um show da big band Orquestra Anelo, que sobe ao palco às 21 horas. O evento é gratuito e aberto ao público – o acesso ao teatro será por ordem de chegada e sem necessidade de retirada de ingressos.

Sob a regência de Júlia Toledo Furlan e presença do pianista correpetidor Silas de Araújo, os coros Infantil, juvenil e adulto, formados por alunos do Instituto Anelo, apresentarão um repertório de músicas brasileiras, o que inclui um clássico do canto coral, “Muié Rendeira”, com arranjo de Edino Krieger, além de arranjos de Ana Yara Campos e Patrícia Costa. Ao final, adianta a regente, todos os grupos farão uma música em conjunto.

Logo depois, às 17h30, sobem ao palco do Castro Mendes seis grupos ligados ao Núcleo de Orientação de Carreira (NOC), projeto que visa auxiliar os músicos do Instituto, sejam eles professores, colaboradores ou parceiros, no desenvolvimento de suas carreiras, uma assessoria que inclui a gravação de trabalhos autorais no estúdio do Anelo e a produção de um videoclipe.

Os grupos são: Julia Toledo Trio (música “Clareia”); Vinicius Corilow Trio (música “O Terceiro Trem”); Mangabeira Trio (música “Esperança”); Josimar Prince e Banda (música “Cortinas de Sal”); Marcelo Louback e Grupo (música “Sem Perder Tempo”); e Jéssica Rodrigues e Grupo (música “Recomeço”).

Todas essas composições já foram gravadas, sendo que os videoclipes de “Clareia” (Julia Toledo) e “O Terceiro Trem” (Vinicius Corilow) já foram lançados e estão disponíveis no canal do Instituto Anelo no YouTube. O terceiro clipe, com “Cortinas de Sal” (Josimar Prince), será lançado no próximo dia 29.

Às 19 horas, será a vez dos Grupos de Representatividade: Pretas & Pretos e Mulheres. O primeiro surgiu em 2021 e já realizou duas produções audiovisuais: a regravação de “Tributo a Martin Luther King”, de Wilson Simonal e Ronaldo Bôscoli, e a inédita “Carapuça”, composição de Luccas Soares, gravação esta que contou com a participação de Wilson Simoninha no vocal. O segundo foi formado este ano e estreou com a gravação de “Não Percebeu Ainda?”, de Marisa Molchansky.

Esse bloco da programação contará com um bate-papo sobre a questão da representatividade. E, assim como os vídeos do NOC, as produções dos Grupos de Representatividade podem ser conferidas no canal do Instituto Anelo no YouTube.

Grandes grupos

A penúltima atração da mostra será o Combo Anelo – a apresentação será às 20h30. Criado em 2021, o grupo faz parte do projeto Prática de Banda, que incentiva o fazer música em grupo, sendo integrado por alguns dos melhores alunos da instituição sob a orientação do saxofonista Vinicius Corilow. Conta atualmente com 16 integrantes.

Com foco na música de gafieira, o Combo Anelo trabalha os diferentes estilos presentes no gênero, tais como o samba, o samba-rock, o samba-choro instrumental e ritmos nordestinos. Na apresentação, o grupo vai tocar “Alvorada”, de Cartola; “Feitiço da Vila”, de Noel Rosa e Vadico; “Palladium”, de Ed Lincoln; “Estatuto da Gafieira”, de Billy Blanco; e “Viva o Samba”, de Altamiro Carrilho.

Às 21 horas, a Orquestra Anelo encerra a programação. Iniciada em 2018, é o maior grupo artístico pertencente ao Instituto Anelo. Dedicada à formação de repertório arranjado, tendo a música brasileira e o jazz americano como referência estética, a Orquestra Anelo conta com 22 integrantes entre professores e colaboradores do Instituto Anelo.

Sua formação deriva de uma tradicional big band de jazz, contendo os instrumentos da seção rítmica (piano, guitarra, baixo e bateria) e da seção de sopros (saxofones, trompetes e trombones), além de também incorporar instrumentos característicos da música brasileira tais como o acordeon, o cavaquinho, a percussão e a flauta transversal.

Para a apresentação no Castro Mendes, o grupo apresentará as seguintes músicas: “Vento no Canavial” (João Donato e Lysias Ênio), “Conversa de Botequim” (Noel Rosa e Vadico), “Garbosa” (Guilherme Ribeiro), “Na Baixa do Sapateiro” (Ary Barroso), “Deixando o Passado” (Luccas Soares) e “Todas Direções” (Gabriel Grossi e Guilherme Ribeiro).

SERVIÇO

Mostra de Aniversário de 22 anos do Instituto Anelo

Data: 22 de maio de 2022

Horário: Das 16h às 21h

Onde: Teatro Municipal José de Castro Mendes (Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial, Campinas)

Quanto: Entrada gratuita por ordem de chegada

PROGRAMAÇÃO

16 horas: Coros Infantil, Juvenil e Adulto

17 horas: Intervalo

17h30: Apresentação dos grupos Julia Toledo Trio; Vinicius Corilow Trio; Mangabeira Trio; Josimar Prince e Banda; Marcelo Louback e Grupo; e Jéssica Rodrigues e Grupo

18h30: Intervalo

19 horas: Grupos de Representatividade: Pretas & Pretos e Mulheres

20 horas: Intervalo

20h30: Combo Anelo

21 horas: Orquestra Anelo

Mais informações sobre o Instituto Anelo: anelo.org.br

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CASTELO NO YOUTUBE

Clovis Cordeiro

Read Previous

Encontro de Ferromodelismo volta gratuito na Estação Cultura

Read Next

Faturamento do comércio na RMC cresceu 6,1%

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.