Crea-SP realiza força-tarefa em Campinas e Paulínia

Empreendimento da MRV/Divulgação


Objetivo é fiscalizar o exercício profissional nos municípios

No dia 08 de setembro, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) dará início a uma força-tarefa de fiscalização do exercício profissional em Campinas e Paulínia. A cerimônia de abertura acontece na quarta-feira (08) às 10h00, na Rua Eleutério Rodrigues, 64, bairro Vila Nova, no Clube dos Agrônomos de Campinas.

Entre os dias 08 e 10 de setembro, serão realizadas 143 diligências em serviços e obras de Engenharia, Agronomia e Geociências. A ação terá como foco grandes obras, denúncias de irregularidades, empresas com capital social elevado, atividade na área de engenharia e sem registro no Crea-SP. Além do cancelamento de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). Participam da operação dez agentes fiscais do Crea-SP.

Com caráter orientativo e preventivo, a força-tarefa tem como objetivo garantir a presença de profissionais habilitados à frente das atividades abrangidas pelo Conselho.

De 2015 a 2020, as ações de fiscalização do Crea-SP aumentaram cerca de 300%. O crescimento se deve ao uso das tecnologias para apoio à fiscalização, com pesquisas e apurações remotas antes dos agentes fiscais irem a campo e, também, à adoção do modelo das forças-tarefas em todo o Estado. No primeiro semestre de 2021, o Crea-SP registrou cerca de 105 mil ações fiscalizatórias. A expectativa é alcançar 200 mil ações até dezembro de 2021.

O Crea-SP é responsável por fiscalizar o exercício profissional, garantindo que exista sempre um responsável técnico habilitado e registrado à frente das atividades abrangidas pelas Engenharias, Agronomia e Geociências, contribuindo assim para a segurança da sociedade e dos próprios profissionais.

Read Previous

Saúde reabre nesta sexta-feira agendamento da vacina contra Covid em Campinas

Read Next

Unicamp prorroga inscrições para o vestibular 2022

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *