Grupo Rosa e Amor abraça a campanha #MeTrateDireito

Associação participa de campanha para alertar sobre os direitos dos pacientes com câncer

No mês dedicado à prevenção e ao diagnóstico precoce do câncer de mama, o Grupo Rosa e Amor se alinha ao tema #MeTrateDireito. A campanha desenvolvida pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) para o Outubro Rosa 2019 destaca, por meio de várias ações, o acesso à saúde garantido por lei.

Com quase 20 anos de atuação, o Rosa e Amor, referência na região de Campinas, é reconhecido pelo acolhimento e o trabalho multidisciplinar oferecido a mulheres com câncer.

Sediada em Valinhos (SP), a associação atende mensalmente cerca de 400 pacientes de diversos municípios da região. Há um ano e meio, os serviços foram estendidos também a mulheres com todos os tipos de câncer, e não apenas o de mama. O Rosa e Amor conta com profissionais e voluntários capacitados para oferecer assistência jurídica e assistência social. Esse trabalho multidisciplinar se completa com enfermagem, fisioterapia, nutrição psicologia, terapia ocupacional e terapias integrativas.

O grupo também é responsável por treinar, capacitar e reciclar, sistematicamente, profissionais da rede pública de saúde de Valinhos. Desta forma, as mulheres não são atendidas apenas por médicos, mas também por enfermeiros e outros funcionários qualificados para identificar as necessidades de cada paciente, incentivando sempre a realização de exames para diagnóstico precoce.

Dra.Márcia Camargo Franzese/Divulgação

#MeTrateDireito

O tema #MeTrateDireito apóia-se nos direitos sociais e à saúde garantidos por lei aos pacientes com câncer. A campanha, segundo a médica Márcia Camargo Franzese, presidente do Grupo Rosa e Amor, é bastante oportuna no Outubro Rosa 2019.

“Quando destacamos o #MeTrateDireito, estamos falando de um tema muito amplo. Falamos, por exemplo, do tratamento no tempo adequado, com acesso a medicamentos e equipamentos atualizados”, afirma Márcia. “Como há grandes diferenças entre o serviço oferecido pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e a medicina suplementar (realizada por planos e seguros), queremos evidenciar com esta campanha a necessidade de um tratamento igualitário para todas as mulheres”.

Uma garantia legal aos pacientes de câncer é o início do tratamento pelo SUS em até 60 dias a partir do diagnóstico. Também por lei, a mulher que sofrer mutilação parcial ou total da mama, decorrente do câncer, terá direito à cirurgia plástica reconstrutiva no SUS. Outros direitos garantidos pela legislação brasileira estão disponíveis no site do Instituto Nacional de Câncer (INCA): www.inca.gov.br.

O Rosa e Amor dispõe de um departamento com assistência jurídica gratuita para defesa e garantia de direitos dos pacientes em várias causas da saúde durante o tratamento.

Bazar

Além de receber doações para manutenção do trabalho, o Rosa e Amor realiza mensalmente em sua sede um bazar que garante a cobertura de um terço das despesas da associação.

O grupo também tem à disposição de pessoas físicas e empresas produtos institucionais comercializados em prol do Rosa e Amor. São guarda-chuvas, camisetas, sacolas ecológicas, viseiras, nécessaire, laços rosas, copos ecológicos e marcadores de livros.

Read Previous

Prefeitura de Campinas anuncia Programa Centro Vivo

Read Next

Seis novidades sobre a doença de Parkinson

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *