Pets precisam de cuidados redobrados no verão

Começou o verão, a estação mais quente do ano. Com as altas temperaturas e os dias mais longos, os brasileiros aproveitam o período para viajar e passear, quase sempre, acompanhados de seus pets, uma vez que é cada vez mais comum ter um animal de estimação. Somente no Brasil, são mais de 54 milhões de cachorros nos lares dos brasileiros, segundo dados da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet).

Entretanto, as altas temperaturas exigem cuidados especiais com os cãezinhos. “É bastante comum, durante o verão, um aumento substancial das queimaduras e dermatites ocasionadas pelo sol, especialmente nas patas e nos coxins”, explica Marina Bonfim, médica veterinária especializada em Dermatologia da Soft Care, Pet Society. A preocupação é tamanha que a campanha “Dezembro Laranja”, focada nos seres humanos, também passou a sensibilizar os tutores sobre a importância da prevenção contra o câncer de pele nos pets.

E, para ajudar tutores nesta tarefa, a Soft Care, da Pet Society, selecionou três temas:

Cachorra precisa passar protetor solar durante o verão? Verdade

Ao levar seu cãozinho para passear durante o verão, especialmente se for entre as 10h e 16h, é importante passar uma loção bloqueadora solar, como a Loção Soft Care Hydra Reflex, da Pet Society, que protege a pele contra raios UV e envelhecimento precoce. Sua fórmula contém dióxido de titânio e óxido de zinco, substâncias que também são encontradas nos bloqueadores solares infantis. “O protetor deve ser aplicado nas áreas onde não há pelos, como barriga, patas e focinho”, explica Marina.

Cachorro pode ter câncer de pele? Verdade

Segundo pesquisas, de 9% a 20% dos tumores cutâneos em cães evoluem para melanoma, câncer de pele. Portanto, é preciso ficar atento aos sinais, prevenir e evitar exposição solar nos horários mais quentes do dia. Ao levar seu pet para passear, verifique a temperatura do chão. Se estiver quente para a sua palma da mão, estará quente para o cachorro também. “Nestes casos, recomendamos que o passeio seja feito em solos naturais, como gramas, ou, caso sejam realizados nas ruas ou calçadas, recomendamos a utilização de produtos a base de d-pantenol e aloe vera, que promovem a hidratação intensiva dos coxins além de ser uma película protetora, como é o caso do Pet Glove”, enfatiza Marina.

Cachorro sente calor, por isso devemos tosá-lo no verão? Mito

Ao contrário do que muitos imaginam, não precisamos tosar os cães no verão. “Os pelos são responsáveis pelo controle térmico do cão, portanto, recomendamos aparar a pelugem ou realizar a tosa higiênica, mas, não tosá-lo, por completo”, explica Marina. A tosa, realizada em excesso, pode expor os animais ao risco de superaquecimento, causando até queimaduras na pele do cachorro se ele ficar muito exposto ao sol.

Read Previous

Urbanista doa postais com imagens antigas de Itu ao Museu Republicano

Read Next

Brasil recebe 5,5 milhões de doses da Coronavac

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *