Litoral Norte de São Paulo é destino preferido dos turistas da RMC

 
O litoral Norte de São Paulo é um dos destinos preferidos dos turistas de toda Região Metro
politana de Campinas e do estado de São Paulo. Ubatuba, com fácil acesso através da Rodovia dos Tamoios e também pela Oswaldo Cruz,  oferece mais de uma centena de praias para todos os gostos. Uma das mais visitadas é a Praia das Toninhas, que fica a 18 km do centro da cidade, e oferece uma excelente estrutura para os turistas.  Nas Toninhas, há muitas pousadas, hotéis,  casas e apartamentos para locação, com ótimo serviço de quioques e lanchonetes.
A Praia das Toninhas, com mais de um quilômetro de extensão, tem características específicas em cada um de seus pontos, com ondas mais fortes para surfistas, no paredão que separa da Praia Grande, ondas de tamanho médio mais ao centro e ondas menores do lado direito, mais próximo à Praia da Enseada. Pelas suais características e ótima localização, a praia recebe um público diversificado, composto por jovens, crianças, famílias e muita gente da melhor idade.
As opções para hospedagem são muitas e uma delas são os apartamentos localizados no Condomínio Residencial Portal das Toninhas. Com ótima localização, o PORTAL DAS TONINHAS tem 28 apartamentos e muitas das unidades são alugadas para finais de semana, períodos de férias, feriados. A aproximadamente 500 metros da praia, o PORTAL DAS TONINHAS, com apartamentos de 2 dormitórios, sendo uma suite, para no máximo 6 pessoas, oferece ótima estrutura, como uma boa piscina, churrasqueira, uma vaga na garagem para cada apartamento e também wi-fi.
Os valores para locação variam de acordo com a época do ano.
(WhatsApp 19-997357030)

Praias e piscinas pedem atenção redobrada com os olhos

Oftalmologista do H.Olhos – Hospital de Olhos Paulista dá dicas de prevenção e cuidados para aproveitar o melhor da estação

O verão está no auge, com muitas pessoas de férias e aproveitando as altas temperaturas para se refrescar nas praias e piscinas. É um período para relaxar, mas sem deixar de lado alguns cuidados com a saúde dos olhos. Para evitar situações que estraguem o momento de descanso, o Dr. Ibraim Viana Vieira, oftalmologista do H.Olhos – Hospital de Olhos Paulista, elenca algumas dicas.

Na água

Ambientes aquáticos, naturais ou artificiais, podem concentrar diversas bactérias, vírus e protozoários que provocam infecções oculares. A conjuntivite, inflamação da membrana que reveste a parte externa do globo ocular, é uma delas. O sal do mar e o cloro das piscinas são outros agentes que irritam os olhos, podendo causar vermelhidão, ardência e a sensação  de olho seco. Ao sair da água, é recomendado usar um colírio lubrificante para melhorar esses sintomas e “lavar” a superfície ocular.

Atenção às lentes de contato

Nessa época do ano, quem necessita de óculos de grau, muitas vezes, prefere utilizar lentes de contato para não precisar se preocupar com a perda do objeto ou mesmo por questões estéticas. Entretanto, não é indicado nadar usando as lentes, uma vez que agentes infecciosos podem se aderir à sua superfície ou mesmo à superfície da córnea, levando a infecções graves. Se a exposição à água for inevitável, são indicadas as lentes de descarte diário, que, depois de utilizadas, devem ser jogadas fora.

Uso de óculos escuros

Óculos escuros são itens obrigatórios ao tomar sol para blindar os olhos dos raios UVA e UVB. Mais do que acessórios estéticos, auxiliam na prevenção de uma série de lesões oculares. Entre elas, ceratite – caracterizada pela inflamação na córnea; aparecimento de pterígio – crescimento de uma membrana fibrovascular sobre a córnea; e catarata – que se trata da opacificação do cristalino. É importante destacar que ao adquirir um par de óculos escuros, deve-se verificar a qualidade das lentes, que devem ser capazes de filtrar entre 99% e 100% de toda a radiação ultravioleta (abaixo dos 400 nm) e filtrar a chamada radiação azul (entre 400 e 500 nm). Os óculos devem possuir um selo que ateste a proteção UV. Optar por modelos de procedência duvidosa é mais crítico do que não usar nada, pois causa a dilatação da pupila devido à baixa luminosidade, permitindo a entrada dos raios nocivos.

Protetores solares e repelentes

Ao utilizar protetor solar ou repelente de insetos, é importante evitar o contato com olhos, devido ao risco de lesões decorrentes dos produtos químicos.  O ideal é lavar as mãos imediatamente após a aplicação e, no caso de transpiração excessiva, retirar o repelente da região do rosto, pois pode escorrer para os olhos. Caso ocorra algum descuido, recomenda-se enxaguar a região com água mineral ou filtrada.

Se mesmo com todos esses cuidados e prevenções algum tipo de irritação ocular aparecer, como vermelhidão, coceira, dor, secreção ou incômodo pela incidência de luz, é fundamental procurar um oftalmologista e evitar a automedicação. Qualquer terapia sem a devida orientação de um médico pode agravar o problema.

Sobre o H. Olhos

O Hospital de Olhos Paulista é o mais moderno centro de saúde ocular de São Paulo. Com estrutura diferenciada, o H.Olhos é um complexo hospitalar com pronto socorro 24h, centro cirúrgico, centro de diagnóstico, centro de auxílio óptico e possui consultórios equipados com aparelhos de última geração. O H.Olhos foi fornecedor dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, prestando atendimento oftalmológico gratuito para mais de 3.600 atletas e delegações.

Read Previous

Big Jack Castelo agora tem self-service por quilo no almoço

Read Next

Carnês de IPTU começam a vencer no dia 27 de janeiro em Campinas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *