Prefeito apresenta plano para abrir novos leitos de UTI e cobra responsabilidade do Estado

O plano de abertura de 43 novos leitos de UTI na rede municipal de saúde e a cobrança ao governo do Estado de São Paulo pela ampliação de mais 29 leitos no SUS estadual foram pauta de reunião na manhã deste sábado, dia 2 de janeiro de 2021, entre o novo prefeito de Campinas, Dário Saadi, o secretário de saúde, Lair Zambon, e o presidente da Rede Mário Gatti, Sérgio Bisogni. A medida faz parte da estratégia de enfrentamento da pandemia de Covid-19 em Campinas. 

Segundo o prefeito Dário Saadi, a abertura dos leitos na rede municipal será feita se houver necessidade com base no monitoramento dos números da pandemia no município. “Também decidimos encaminhar um ofício ao governador do Estado cobrando sua responsabilidade na ampliação dos leitos do SUS estadual”, disse.

Ele ressaltou que no auge da pandemia, a rede municipal tinha 155 leitos de UTI e o Estado tinha 90. Neste momento, o município tem 74 leitos, 50% do que tinha antes, e o Estado conta com 17, o que corresponde somente a 20%. O município, enfatizou Saadi, também atende a pacientes de outros municípios da Região Metropolitana de Campinas. A cobrança é para que o Estado amplie o número de leitos para 45, chegando a 50% do que tinha entre julho e agosto.

Os 43 leitos municipais que poderão ser abertos estão divididos entre o Hospital Mário Gatti (10), Ouro Verde (15), Santa Casa (10) e Casa de Saúde (8). O prefeito também falou que a porcentagem de ocupação de leitos tem se mantido estável, mas a participação dos cidadãos continua sendo essencial. “É muito importante que a população tome todos os cuidados de isolamento social, evite aglomerações e contatos. Isso é fundamental para que possamos continuar atendendo com dignidade. Todas as vezes em que é preciso ampliar leitos para Covid, certamente fecham-se outros serviços”.

Dário Saadi também destacou que o plano já prevê o dimensionamento de recursos humanos para os novos leitos. As cirurgias eletivas já estão desmarcadas e sendo preciso abrir mais leitos, profissionais serão remanejados de outras áreas da Rede Mário Gatti e Secretaria de Saúde.

A reunião também teve a presença do secretário da Chefia de Gabinete, Aderval Fernandes, e o Secretário de Comunicação, Luiz Guilherme Fabrini. 

Read Previous

Dário Saadi assume a Prefeitura de Campinas

Read Next

Motorista encontra pistas livres no Corredor Dom Pedro na volta do feriado de Ano Novo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *