Serviços de saúde vão monitorar deslocamento de pessoas com sintomas gripais

Campinas vista do alto/Clovis Cordeiro

Intenção é verificar se há pacientes vindos de locais como Maranhão e Argentina, onde circula a variante indiana

A Secretaria de Saúde de Campinas enviou nesta terça-feira, dia 25 de maio, um alerta para todos os serviços de saúde do município, incluindo o do Aeroporto de Viracopos, para que os profissionais da área médica façam investigação do deslocamento de pessoas com sintomas respiratórios e gripais. O objetivo é triar se há pessoas com sintomas vindos de locais como o Maranhão e Argentina, onde há circulação da variante indiana.


Neste caso, o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) de Campinas avalia a necessidade de sequenciamento genético da amostra coletada. Além disso, o paciente é orientado sobre isolamento domiciliar ou encaminhado a unidades hospitalares, conforme o caso.

“O alerta foi para toda a rede de saúde, pública e privada, e para o Aeroporto. Todo paciente com sintomas respiratórios e que seja proveniente da Argentina ou do Maranhão deve ser monitorado”, explicou a diretora do Devisa, Andrea von Zuben.


Importante ressaltar que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem o papel de monitorar e identificar passageiros com suspeita de Covid-19 e possível contaminação com novas variantes. Essa informação é repassada pelo Sistema de Vigilância para o município. A prerrogativa de estabelecimento de barreiras sanitárias em aeroportos e fronteiras é do Governo Federal, uma vez que a Anvisa é a autoridade sanitária de portos e aeroportos.

Read Previous

Fisioterapia é recurso para combater as sequelas pós-COVID-19

Read Next

Pandemia provoca o aumento da judicialização da saúde no Brasil

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *