SMCC cria cadastro emergencial para médicos interessados em trabalhar na linha de frente da Covid-19

O banco de dados será disponibilizado para instituições hospitalares de Campinas e região

A SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas) deu início a um cadastro emergencial de médicos de Campinas e região interessados em trabalhar no atendimento a pacientes com Covid-19. O Objetivo é criar um banco de dados, que será disponibilizado a instituições de saúde que precisem de mão-de-obra para atuar neste momento tão crítico da pandemia.  Aberto a médicos, associados ou não à SMCC, o cadastro pode ser preenchido no site da sociedade www.smcc.com.br.

“Os serviços de saúde que atendem pacientes de Covid-19 estão com muita dificuldade para contratar médicos, tanto para enfermaria quando para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A falta de mão-de-obra prejudica o atendimento à população e impede a ampliação de leitos, tão necessário neste momento, afinal, não basta ter espaço e equipamento, é necessário ter profissional para atender toda a demanda”, explica a presidente da SMCC, Dra Fátima Bastos.

A instituição está acompanhando de perto a situação e os reflexos da pandemia em Campinas e região. “Precisamos unir esforços. Por isso, decidimos criar esse cadastro, que será para médicos de todas as especialidades e residentes, a fim de ajudar a viabilizar as contratações”, destaca.

O cadastro reúne informações pessoais básicas do candidato, cidade onde mora, se possui alguma especialidade e se tem preferência por algum ambiente de trabalho. Todas as informações ficarão do banco de dados da SMCC, para uso exclusivo dessa ação, e serão disponibilizadas a instituições de saúde que estejam precisando contratar de maneira emergencial.

O tipo de contratação, remuneração e local de trabalho serão definidos entre as instituições e os candidatos em um segundo momento. “A SMCC vai reunir e disponibilizar os dados para as instituições que nos solicitarem de maneira oficial, mas todo contato e processo de contratação serão definidos pelas instituições e pelos candidatos”, explica a Dra Fátima. O fluxo do cadastro será o seguinte: Médico preenche o cadastro —> SMCC recebe —> hospital/instituição de saúde requisita oficialmente —> SMCC envia  —> instituição e candidato dão continuação ao processo, sem qualquer interferência da SMCC.

Segundo a presidente da SMCC, é importante que os candidatos estejam vacinados e se sintam seguros para atuar na linha de frente da Covid-19. “Sabemos o quanto é desafiador estar, como profissional de saúde, na linha de frente do atendimento a esses pacientes. Por isso, é fundamental que eles tenham boas condições de trabalho, principalmente, no que se refere à sua proteção, com garantia de uso de todos os EPI´s (Equipamentos de Proteção Individual) necessários, como máscaras adequadas, faceshield, óculos de proteção, aventais, macacões, enfim, tudo que for preciso”, reforça a Dra Fátima.

Os candidatos que precisarem de informações podem entrar em contato pelo e-mail da SMCC: cadastroemergencial@scmm.com.br. O cadastro pode ser acessado no site da instituição. Na página inicial, já tem um banner redirecionando para o cadastro.

Read Previous

Os benefícios da mentoria

Read Next

Sanasa adota novo atendimento na fase emergencial

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *