Sondagem industrial apresenta números positivos em setembro


A Regional Campinas do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), apresentou pesquisa on-line (via internet) para a Imprensa, nessa terça – 20 de outubro, mostrando os números da sondagem industrial de setembro. Para o vice-diretor do Ciesp-Campinas, José Henrique Toledo Corrêa, os principais indicadores dessa sondagem mostram uma retomada positiva na atividade industrial, que na sua avaliação “deve se normalizar nos próximos meses, caminhando para a recuperação”. A pesquisa apontou que 50% das empresas em setembro tiveram aumento no volume de produção, em relação ao mês anterior. Para 71,4% das indústrias pesquisadas nesse mesmo período, o nível de utilização da capacidade instalada ficou entre 70% e 100%. O faturamento em setembro também foi maior para 50% das empresas associadas.
O vice-diretor do Ciesp-Campinas afirmou que outro indicador que aponta para a recuperação dos efeitos da pandemia nos últimos sete meses, refere-se aos investimentos na ampliação da capacidade produtiva prevista para os próximos 12 meses – 64,2% das indústrias afirmaram na sondagem que irão atualizar o maquinário já existente ou ampliar a quantidade de equipamentos. No entanto, José Henrique ressalta que nessa pesquisa, 64,2% das empresas apontam para “a necessidade de crédito mais disponível e juros mais baixos nesse período de retomada do crescimento industrial”.
José Henrique acrescentou que aço plano, alumínio, papelão para embalagem e resinas termoplásticas são alguns dos insumos que ainda estão em falta no mercado, e portanto, tiveram elevação nos seus preços nos últimos meses, conforme o Ciesp-Campinas apontou na pesquisa anterior. “Nossa avaliação é que esse quadro caminha para a normalidade nos próximos meses”, explicou.
Plano Regional Campinas – A diretoria do Ciesp-Campinas apresentou também nessa coletiva on-line o Plano Regional de Campinas – Logística Internacional e Comércio Exterior. O documento, com 18 páginas, foi elaborado pelo Ciesp-Campinas – através do seu Departamento de Comércio Exterior, OAB-Campinas e Sindicato dos Despachantes Aduaneiros de SP (Sindaspcg). Esse documento foi entregue aos 14 candidatos à Prefeitura de Campinas.
O diretor do Departamento de Comércio Exterior do Ciesp-Campinas, Anselmo Riso, ressaltou a importância e amplitude desse amplo estudo elaborado por essas entidades, que entre suas propostas, sugere a criação da Diretoria de Comércio Exterior, Logística e Relações Internacionais, como parte da Secretaria de Desenvolvimento das prefeituras.
Para o vice-diretor José Henrique, o Plano Regional pode ser utilizado conjuntamente por todas as prefeituras da Região Metropolitana de Campinas (RMC). “Acreditamos que é preciso que seja criada uma política de investimento na área de logística, porque temos na RMC, o principal hub na América do Sul, que é o aeroporto de Viracopos e temos acesso aos principais portos. Ou seja, uma política de importação e exportação fará com que possamos ter muitos investimentos e geração de novos empregos, beneficiando e ampliando toda a cadeia produtiva”, finalizou.
O Ciesp-Campinas conta com 494 empresas associadas, distribuídas em 19 municípios da região. O faturamento conjunto das empresas associadas é de R$ 41,52 bilhões ao ano. Conjuntamente essas empresas empregam 98.894 colaboradores.

Assista a análise do vice-diretor, José Henrique Toledo Corrêa

Read Previous

Artigo: Os hormônios e o emagrecimento

Read Next

Campinas chega a 1.293 mortes e tem 58,20% dos leitos de UTI-Covid ocupados

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *