Cuidados com os cães e gatos no frio: veja como protegê-los

Tutores devem manter pets aquecidos no clima frio/ Divulgação

Com a chegada das baixas temperaturas e tempo seco, não são apenas os humanos que sentem os impactos do frio, cães e gatos também sentem frio. Os animais de estimação também podem sofrer com o clima e precisam de cuidados especiais nesta época do ano. Algumas medidas podem evitar problemas sérios na saúde dos pets.

Certos cuidados são essenciais, como garantir que o ambiente onde os cães ou gatos dormem esteja aquecido e livre de umidade. É preciso estar atento aos animais que ficam na área externa de casa, o lugar da casinha precisa ter uma cobertura para ajudar a manter o interior seguro das chuvas e de geadas. “O ideal é colocá-la em um espaço estrategicamente longe do vento”, orienta o coordenador do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Anhanguera, professor Tiago Ladeiro de Almeida.

“Cobertores e mantas irão auxiliar no controle e isolamento da temperatura do local onde o pet descansa. Uma alternativa é utilizar papelão como forro entre o chão e a casinha, para gerar calor e aumentar o conforto do bichinho. Em condições intensas de ar gelado, é aconselhável agasalhar os pets”, completa.

Leia também: Grupos musicais do Instituto Anelo se apresentam no Castro Mendes

O especialista indica outros cuidados com o tempo frio para preservar saúde dos animais. “Durante o outono e o inverno, algumas enfermidades são mais facilmente desenvolvidas, como a gripe, que atinge, principalmente, os cachorros”, alerta. “Os tutores devem checar a carteira de vacinação veterinária para garantir que os seus cães e gatos vão passar por esse período sem grandes complicações”, enfatiza.

Algumas doenças podem ser mais comuns no período de frio, segundo o coordenador. “Além de ser um ato de carinho, aquecer seus pets pode minimizar dores nas articulações, por exemplo. Essa atitude pode prevenir crises alérgicas, de asma, a rinotraqueíte, a cinomose e outros problemas”, afirma. “A melhor forma de prevenção é com visitas regulares com o médico veterinário para conhecer o status de saúde dos pets”, finaliza.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CASTELO NO YOUTUBE

Clovis Cordeiro

Read Previous

Faturamento do comércio na RMC cresceu 6,1%

Read Next

Ciesp-Campinas apresenta palestras sobre Gestão de Pessoas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.