1ª Semana de Inovação da CPTM

A conexão de estações de trens e metrôs com a cidade é o ponto principal das reflexões da 1ª Semana de Inovação da CPTM, que traz o tema “Smart Stations in Smart Cities”, que tem início na próxima terça-feira (19) e prossegue até domingo (24/10), encerrando com a maratona Hackathon.

Durante o evento, estarão reunidos 25 principais agentes e especializadas em mobilidade urbana para discutir as soluções de como o transporte sobre trilhos deve adequar suas ações e empreender inovação diante dos desafios da nova realidade urbana. A programação vai colocar em debate temas para a transformação do negócio do transporte sobre trilhos com a realização de webinars e painéis Interativos com foco na melhoria da mobilidade urbana. ​

“O nosso papel como agente responsável pela mobilidade da cidade é pensar e buscar soluções para nos apoiar na tomada de decisão embasada em tecnologia e inovação. A CPTM é uma empresa inovadora e esse evento mostra que estamos sempre abertos para novas possibilidades de melhorar a vida dos nossos 3 milhões de passageiros. Estamos interligados a várias cidades e o importante é ajudar na capilaridade do serviço de transporte. “, afirma Pedro Moro, presidente da CPTM.

O planejamento do evento, que durou três meses, foi pensado para delinear a integração entre a cidade e a mobilidade. “Uma estação de trem tem importância significativa na vida das pessoas que se deslocam por transporte público, desde o planejamento da viagem, os serviços oferecidos e as facilidades nos deslocamentos. Para oferecer a melhor experiência ao passageiro, a inovação é a sobrevivência para aprimorar a prestação de serviço e o atendimento”, explica Maicon Satiro, chefe da Assessoria de Planejamento Empresarial e coordenador do Comitê de Inovação.

Abertura e inauguração do laboratório de inovação

A abertura do evento (19), às 9h, terá apresentação do presidente da CPTM, Pedro Moro, e participação dos diretores Gilsa Eva (Diretoria Administrativa e Financeira), Luiz Argenton (Diretoria de Operação e Manutenção), Marcelo Machado (Diretoria de Engenharia e Obras), Eduardo Jorge (Diretoria de Planejamento e Novos Negócios).

O início será marcado pela inauguração do laboratório de inovação (Inovagão), instalado no pátio da Estação Luz, e pretende funcionar para os empregados como um local para estudos, experiências, desenvolvimento e testes de projetos, produtos e novos designers, além de equipamentos que auxiliem na melhoria da prestação de serviço no transporte sobre trilhos.

Um trem ferroviário desativado (série 5500), totalmente adaptado e reformado por uma equipe interna, abrigará o laboratório, que também será um espaço para treinamentos e cursos internos.

O Inovagão também será um recurso para integração com entidades do setor de mobilidade e instituições acadêmicas. Nesse sentido, a CPTM abriu um chamamento público para buscar parcerias com as universidades.

Maratona Hackathon

Com inscrições abertas até a próxima terça-feira (19), um dos destaques da Semana de Inovação será a realização da maratona Hackathon, que acontece entre os dias 22 a 24/10, e terá premiação para as melhores ideais com valores entre R﹩ 10 e R﹩ 3 mil.

Até o momento, aproximadamente estão inscritos 150 participantes para as 48 horas de resolução de desafios e que vão culminar em propostas e soluções criativas e inovadoras para o negócio do transporte sobre trilho. Com objetivo de favorecer a mobilidade urbana, os projetos mais criativos vão receber premiação em dinheiro e, ainda, poderão ser colocados em prática pela CPTM.

As inscrições para o hackathon podem ser feitas no site https://ion.sp.gov.br/semana-de-inovacao.html.

Lançamento 2º Inova CPTM

No dia 22/10, das 16h30 às 17h, será lançada a segunda edição da premiação de intraempreendedorismo Inova CPTM, voltado para criação de projetos e soluções que atendam os desafios dos eixos temáticos de inovação da companhia.

O prêmio é aberto a participação de todos os funcionários da empresa que têm a oportunidade de terem suas ideias escolhidas para receberem mentoria e serem desenvolvidas. “Da premiação do ano passado, os projetos já passaram por aceleração e estão em fase de multiplicação. Uma das ideias – dispositivo estático de reboque do trem – tem uma previsão de economia ao longo do tempo de quase R﹩ 1 milhão”, explica José Erlan Dias Alves, chefe do departamento de treinamento da CPTM.

Read Previous

Mais transparência nos planos de saúde

Read Next

Prefeito Dário recebe a equipe do Vôlei Renata

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *