Campinas flexibiliza as regras de combate á pandemia da covid-19

Mudanças no decreto de enfrentamento à pandemia

A partir deste sábado, primeiro de maio, Campinas entra na  terceira semana da fase de transição – Fase Vermelha com algumas adequações- em virtude da melhoria, principalmente no sistema de saúde. A taxa de ocupação ainda é alta, segundo as autoridades, mas a pressão sobre o sistema diminuiu um pouco.

Com isso, comércios e serviços, restaurantes, atividades culturais -cinema, teatro-exposição-, clubes sociais , academias e cursos livres,  áreas comuns dos condomínios e hotéis podem funcionar com 25 por cento da capacidade, das 6h00 às 20horas, sem limitação de horas. O mesmo horário é válido para as praças e parques públicos, como a Pedreira do Chapadão e Lagoa do Taquaral, de segunda-feira a domingo.

O prefeito Dário Saadi enfatiza que as medidas adotas, como toque de recolher e limitações no comercio e serviço, foram fundamentações para a melhora dos índices. Enquanto São Paulo apresentou um aumento de 20 por cento no número de óbitos, em abril, comparado a março, Campinas teve uma redução de 34 por cento. Ele atribuiu essa conquista graças às medidas e à população que colaborou, fazendo a parte dela.

Segundo o secretário Peter Panutto, essas novas flexibilizações indicam que a cidade está caminhando para a fase laranja, do Plano São Paulo de combate à pandeia da covid-19.

O toque de recolher será mantido das 21 h01 das sextas-feiras até  às 4h50 das segundas-feiras. As novas regras valem para o período de 1 até dia 9 de maio.  A fiscalização para combater e evitar aglomerações, como baladas e pancadões, será intensificada aos finais de semana, dias mais propensos para essas infrações.

Segundo Doutor Sérgio Bisogni, presidente da Rede Mário Gatti, o  atendimento na rede Mário Gatti está um pouco mais tranquilos, sendo que dos 109 leitos,  4 vagas livres;  e há 117 vagas na enfermaria, com 38 livres.

Ele ressalta também que o atendimento diário, como nesta quinta-feira, foi para 60 pacientes no Mário Gatti e 68 no Ouro Verde. Isso indica uma redução de quase 50 por cento do volume de atendimento, se comparado ao auge da crise.

É um patamar alto, porém com alguma tranquilidade, finaliza.

Parques públicos ficam abertos todos os dias, das 6 às 20 horas ( Clovis Cordeiro)

Read Previous

Parceria da Prefeitura agiliza vacinação contra a gripe em profissionais da saúde em Campinas

Read Next

Serviços públicos de Campinas tem novos horários no feriado do Dia do Trabalhador

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *