Campinas passa à Fase Amarela a partir deste sábado, 8

Decreto que amplia atividades será publicado também neste sábado, dia 8

Campinas passa para a Fase Amarela, do Plano São Paulo, do governo do Estado, a partir deste sábado, 8 de agosto. O anúncio foi feito pelo prefeito Jonas Donizette, na manhã desta sexta-feira, dia 7. O decreto municipal com os detalhes também será publicado neste sábado, 8.  “Estamos passando para a Fase Amarela, com todo cuidado que merece, para que possamos permanecer, caminhar adiante e retomar as atividades. Peço a responsabilidade de todos para que possamos continuar com bons indicativos e melhorar outros, para buscar a estabilidade”, disse o prefeito. 

Declaração de Estabelecimento Responsável

De acordo com o secretário de Assuntos Jurídicos, Peter Panutto, todos os estabelecimentos que estão sendo liberados a funcionar nesta fase, devem emitir a Declaração de Estabelecimento Responsável e anexar em local visível. A Declaração está disponível para ser impressa, gratuitamente, no site da Prefeitura da Campinas (www.campinas.sp.gov.br), na página Covid-19, basta clicar no banner. Todos os protocolos sanitários, com as especificidades de cada atividade, também devem ser consultados e estão disponíveis no portal Covid.  Todos os setores autorizados a funcionar devem continuar a seguir as medidas sanitárias de combate à disseminação do coronavírus, como evitar aglomeração e fluxo intenso de pessoas, uso de álcool gel, uso de máscaras em todos os lugares e distanciamento social. 

Drive-in

“A Fase Amarela é de flexibilização, e toda retomada deve ser feita de forma responsável. Os setores estão sendo muito parceiros”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo, Alexandra Caprioli. Eventos culturais e de lazer só podem funcionar no sistema de drive-in.  

Comércio de rua 

Na nova fase, o comércio e os serviços de rua (inclusive galerias) passam a funcionar seis horas por dia, antes eram quatro. Será das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira, e das 9h às 15h, aos fins de semana e feriados. A capacidade de atendimento passa de 20% para 40%.  

Shoppings 

Os shopping centers também passam a funcionar por seis horas por dia, antes eram quatro. Os horários de funcionamento ficarão a critério de cada shopping. Ficou definido o funcionamento, todos os dias, das 12h às 18h, nos shoppings Iguatemi, Galleria, Unimart, Spazio Ouro Verde e Jaraguá; e das 15h às 21h (exceto aos domingos, que também será das 12h às 18h) os shoppings Parque D. Pedro, Parque das Bandeiras, Campinas Shopping e Prado Boulevard. A capacidade passa a ser 40% para todos. Os valets poderão funcionar. Cinema e teatro não estão autorizados ainda.  

Praças de alimentação dos shoppings 

Será permitido o funcionamento das praças de alimentação, que estejam instaladas ao ar livre ou em áreas arejadas, no mesmo horário do shopping, também com capacidade de 40%.  

Bares, restaurantes e similares (padarias e pizzarias) 

Poderão abrir por seis horas diárias com atendimento presencial e consumo no local, para atendimento sentado, em locais ao ar livre ou em áreas arejadas. O horário, corrido ou fracionado, poderá ser definido entre 6h e 17h. Se esses estabelecimentos estiverem dentro de shoppings ou galerias deverão obedecer ao horário do funcionamento dos estabelecimentos comerciais. Capacidade de 40%. Há previsão de, após 14 dias (a partir de 21 de agosto), ampliar a opção de escolha do uso de seis horas diárias entre 6h e 22h.  

Salões de beleza, barbearias, clínicas de estética 

Poderão abrir seis horas diárias. Podem definir o horário de atendimento, desde que sem ambiente de espera ou filas e com a adoção dos protocolos sanitários necessários. Os que estiverem dentro dos shoppings e galerias devem obedecer aos horários de funcionamentos desse estabelecimentos, comcapacidade de 40%. 

Academias de esportes de todas as modalidades e centros de ginástica – Permitido abrir por seis horas diárias, com capacidade de 30% e agendamento, em atividades ou práticas esportivas individuais, seguindo as medidas sanitárias. Não poderá ter atividades em grupos. Recomendado que menores de 14 e de maiores de 60 anos e pessoas com comorbidades não participem. 

Escritórios em geral (advocacia, contabilidade, imobiliárias, engenharia, arquitetura e turismo) – Passam a funcionar seis horas diárias, com capacidade de 40% e atendimento sem fila. Cursos do setor de educação não regulada, chamados cursos livres (idiomas, informática, formação complementar, aulas práticas de autoescola e artes em geral) – Passam a funcionar seis horas diárias, priorizando a modalidade online, com capacidade de 40%. Recomendado que menores de 14 e de maiores de 60 anos e pessoas com comorbidades não participem.   

Igrejas e templos 

Podem funcionar por seis horas diárias, com horário a escolher, com capacidade de 40%. Recomendado que maiores de 60 anos não frequentem.  

Parques públicos e clubes sociais

Reabertura autorizada exclusivamente para atividades individuais e proibida a realização de esportes coletivos amadores. Permanecem fechados os acessos aos locais de atividades coletivas, às áreas de lazer infantil e às piscinas e ambientes fechados.  Importante destacar que os parques públicos municipais, como Lagoa do Taquaral ou Bosque dos Jequitibás, por exemplo, não serão reabertos neste fim de semana. Há previsão de reabertura gradual, com detalhes a serem definidos durante a próxima semana. 

Administração pública 

Prioriza o teletrabalho, mantendo o trabalho presencial e o atendimento público limitado a 40% do setor. Deve manter o teletrabalho aos servidores com mais de 60 anos e com comorbidades.

Read Previous

Med Mais assume serviço de Bombeiro Civil do Aeroporto de Viracopos

Read Next

Empresário de Campinas é aprovado no programa Vale do Silício

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *