Família Acolhedora: projeto de lei propõe novos avanços

O projeto de lei do Executivo, assinado nesta nesta quarta-feira, dia 27 pelo prefeito de Campinas, Dário Saadi, propõe atualizações no serviço do Família Acolhedora, que visa proporcionar assistência familiar a crianças e adolescentes afastados da família por decisão judicial e existe em Campinas desde 2012.   “O serviço Família Acolhedora é um recurso valioso para crianças e adolescentes e é extremamente importante sempre estar atento a melhorias nesse trabalho tão importante”, afirmou o prefeito Dário Saadi. Para a secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas, Vandecleya Moro, o projeto de lei fortalece ainda mais o serviço.  

Leia também: Terapia de casal: como identificar um relacionamento abusivo?

Atualmente, o acolhimento familiar é de responsabilidade de dois serviços: Conviver e Sapeca. O propósito é possibilitar a reconstrução dos vínculos familiares e comunitários, bem como contribuir para a superação de situações de violência vivenciadas pelas crianças e adolescentes, preparando-os para a reintegração familiar ou colocação em família substituta.  As alterações foram cinco: atrelação formal da execução do serviço à Proteção Social Especial de Alta Complexidade; criação de um capítulo que estabelece as competências previstas para as equipes técnicas; estabelecimento de uma gama maior de documentação para as famílias candidatas ao acolhimento familiar; estabelecimento de um procedimento no caso de parecer desfavorável pela inclusão da família candidata no serviço e alteração das responsabilidades das famílias acolhedoras.

JORNAL DO CASTELO

Read Previous

Águas para o Futuro conecta adolescentes com a questão hídrica em Campinas

Read Next

Castro Mendes recebe musical “Brincando com a Broadway”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *