Utilização do Bilhete Único Idoso e Universitário retorna em 31 de agosto

Medidas foram anunciadas nesta segunda-feira, 24 de agosto, durante transmissão do prefeito Jonas Donizette pelas redes sociais.

Com a permanência de Campinas na fase “Amarela” do Plano São Paulo, que permite maior flexibilização do horário do comércio e a abertura de serviços e atividades de ensino, a Administração Municipal decidiu retomar, no próximo dia 31 de agosto, o uso do Bilhete Único (BU) Idoso e do Bilhete Único Universitário. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira, dia 24 de agosto, pelo prefeito Jonas Donizette em transmissão ao vivo pelas redes sociais.  O cartão de BU Idoso é destinado para pessoas a partir dos 65 anos, residentes em Campinas. O cartão é opcional, uma vez que a gratuidade no transporte público é garantida para este segmento mediante apresentação de documento de identidade, conforme Artigo 39 da Lei Federal nº 10.741/03; e Artigo 230, Parágrafo 2º, da Constituição. Atualmente são 89,1 mil cartões de BU Idoso ativos.  O BU Universitário, cartão cinza, proporciona 50% de desconto no valor da tarifa de ônibus. A viagem, com o cartão, custa R$ 2,28. O BU garante a integração no sistema de transporte público, uso de mais de um ônibus, pagando apenas uma tarifa, por um período de 2h.  O BU Universitário é para alunos de graduação em regime integralmente presencial, morador em Campinas, regularmente matriculado em instituição de ensino superior do município e que resida a mais de 1 km da universidade. Atualmente são 24,7 mil cartões ativos.  BRT 
Na próxima quinta-feira, dia 27 de agosto, será liberado para a circulação de veículos mais um trecho de 1,8 km do BRT (Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido) Ouro Verde. O trecho abrange as ruas Piracicaba e Cosmópolis, no Jardim Novo Campos Elíseos.  O trecho está inserido entre o futuro Terminal BRT Campos Elíseos (na altura da Rua Bragança Paulista) e a Avenida Ruy Rodriguez.

Read Previous

As faces da Campanha Eleitoral

Read Next

Campinas representa 22% das vendas da Nissan, no interior de São Paulo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *