Governo de SP inaugura primeira etapa do CITI no espaço do IPT Open Experience

Iniciativa, que tem como objetivo criar o Vale do Silício da América Latina, conecta empresas, startups e pesquisadores em um único local, promovendo o desenvolvimento econômico do estado

O Governador João Doria inaugurou nesta quarta-feira (25) a primeira etapa do CITI (Centro Internacional de Tecnologia e Inovação) no espaço do IPT Open Experience, com o início das atividades da GranBio, empresa de biotecnologia 100% brasileira, e adesão de quatro multinacionais: Siemens, Siemens Energy, Kimberly Clark e 3M, na modalidade Hub de Inovação.

“É uma alegria estarmos aqui hoje, 22 meses depois de termos iniciado esse processo, em menos de dois anos materializamos esta realidade tecnológica com a participação de tantas empresas centenárias internacionais e empresas revolucionárias do nosso país”, disse Doria. “Este conjunto do IPT Open Experience faz parte da etapa um do Centro Internacional de Tecnologia e Inovação e que vai se expandir ao longo dos próximos anos. A expansão inicial será aqui exatamente onde nós estamos, nas instalações do IPT, neste parque onde temos a vantagem de estar dentro da natureza, em uma reserva de floresta atlântica, e vamos expandir, não só deste lado do rio, como também do outro lado”, completou o Governador.

O CITI, projeto realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico em parceria com a Prefeitura de São Paulo, tem como objetivo criar o Vale do Silício da América Latina, tornando São Paulo uma referência global em ciência, tecnologia e inovação. O IPT Open Experience faz parte da primeira etapa da iniciativa e é destinado a empresas de todos os portes e setores econômicos que demandem soluções com alta intensidade tecnológica. No total, o projeto é constituído em quatro etapas.

No campus do IPT foram inauguradas as instalações da GranBio, empresa de biotecnologia 100% brasileira, que atua com a produção e licenciamento de tecnologia para etanol de segunda geração (2G) e produtos exclusivos de nanocelulose. A companhia participa do programa na modalidade Centro de Inovação e conta com sete projetos, que serão desenvolvidos em parceria com o IPT ao longo dos próximos anos.

Também foram assinados os contratos de adesão ao IPT Open Experience das empresas Siemens, Siemens Energy, Kimberly Clark e 3M, na modalidade Hub de Inovação. GranBio, Siemens, Siemens Energy, Kimberly Clark e 3M ancoram esta iniciativa, que é uma resposta técnica efetiva ao momento globalmente desafiador.

“A primeira modalidade para participação empresarial no IPT Open Experience é por meio de um ‘Centro de Inovação’, onde cada empresa parceira poderá criar centro próprio de pesquisa aplicada nas mais diversas áreas”, explica o Presidente do IPT, Jefferson de Oliveira Gomes. “A segunda modalidade tem o formato de ‘Hub de Inovação’, ambiente criado para solucionar desafios tecnológicos, desenvolver e incorporar inovação hardtech nos negócios das empresas pela interação com startups, pesquisadores, universidades, órgãos de governo e outros atores do ecossistema nacional de ciência, tecnologia e inovação com redução de custos e prazos da inovação aberta”, complementa ele.

Para Pablo Fava, CEO da Siemens, os ecossistemas de inovação aberta são cada vez mais importantes no desenvolvimento do potencial inovador de uma empresa e contribuem fortemente em soluções que são focadas no cliente. “Nossa participação reforça o alicerce de desenvolvimento sustentável da Siemens e dos nossos segmentos de atuação: indústrias e cidades inteligentes brasileiras”, afirma.

André Clark, General Manager da Siemens Energy Brasil, crê que iniciativas como esta impulsionam a capacidade de inovar localmente. “Procuramos evoluir constantemente as formas de inovar em Hardtech, com o apoio das universidades e centros de pesquisa em São Paulo e no Brasil. A adesão ao IPT Open Experience é um importante passo para a criação de ecossistemas integrados que possibilitem a cocriação com nossos clientes”, avalia.

Read Previous

7 pequenos destinos do Alentejo que são cheios de charme

Read Next

Busca por estagiários aumenta 35% no segundo semestre

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *